vendas online

Mercadona investe 12 milhões em armazém para vendas online

Exterior da Colmeia armazém para a venda online localizado em Valência

Mercadona apresenta projeto piloto de vendas online em Valência. Em Portugal será apenas possível comprar na loja e pedir para entregar em casa.

A retalhista espanhola Mercadona investiu 12 milhões de euros na construção de um armazém no parque industrial Vara de Quart, em Valência, Espanha. O objetivo é suportar o novo projeto-piloto de vendas online, denominado “Laboratório”, de forma a “oferecer uma melhor experiência de compra ao cliente”, refere a marca em comunicado.

A “colmeia”, conforme é apelidado este centro logístico, tem 13 mil metros quadrados com o propósito de centralizar todos os produtos que são comprados online pelos clientes. Aqui será possível preparar e enviar todas as encomendas de forma mais eficiente e prática.

As compras, que devem ter um valor mínimo de 50 euros, podem ser feitas através de um novo site e de duas aplicações móveis (iOS e Android). Para já, este serviço será testado no centro da cidade de Valência e só posteriormente é que deverá ser expandido a outras áreas nos próximos meses.

Leia também: Mercadona prepara abertura de mais cinco lojas em Portugal

Quanto ao transporte foram desenvolvidos veículos de entrega exclusivos para venda online com três zonas de temperatura diferentes, adaptadas a cada tipo de produto. Um dos modelos permite transportar até 15 pedidos por viagem e outro 9 pedidos.

“A Mercadona é nova no mundo digital e temos muito a aprender. No entanto, acreditamos que, com humildade e esforço e graças à forte estrutura da Mercadona, estamos numa boa posição para enfrentar o desafio das vendas online de alimentação”, explica em comunicado a diretora-geral do projeto online da Mercadona, Juana Roig.

A aposta em reestruturar o projeto online da cadeia líder de supermercados em Espanha foi apresentada como uma das prioridades para este ano, conforme garantiu em março o presidente da Mercadona, Juan Roig depois de, na conferência de apresentação dos resultados da marca, em 2016, ter assumido que o site não estava preparado para esta transformação: “a nossa página online é uma merda”, disse.

Mercadona em Portugal: entregas ao domicílio só em compras na loja

A Mercadona será uma realidade em breve, por terras lusas. A retalhista espanhola vai abrir nove lojas em Portugal, no próximo ano: em Matosinhos, Gondomar, Vila Nova de Gaia, Porto, Barcelos, Penafiel, Braga e duas lojas na Maia.

Sobre a estratégia digital em Portugal o diretor de comunicação da marca no país, André Silva, disse ao Dinheiro Vivo que ainda é cedo para avançar com pormenores. Não está previsto, para já, seguir o modelo “Laboratório”, que foi implementado esta segunda-feira, 21, em Valência. “Este modelo é um piloto, estará agora numa fase de testes em Valência, só depois é que poderá ser expandido para a restante Espanha. Sobre Portugal ainda não há qualquer referência”, assegura André Silva.

Também não será implementado o modelo de compras através da Internet, pelo menos numa fase inicial. “Será possível comprar na loja e pedir para entregar em casa. Não iremos ter serviço de telecompra, por telefone, conforme utilizamos em Espanha e também não teremos serviço de compras online”, conclui o diretor de comunicação.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Estações do Metro do Porto não têm cancelas, o que dificulta o controlo da validação dos passes. ( Igor Martins / Global Imagens )

Metro do Porto e Carris reforçam fiscalização em ano de novos passes

Transito-entre-Alcacer-e--85d4639cd3287b64acb4206f15452cc3b8795932

Veículos a diesel vão cair de 63% em 2016 para 8% em 2030

Ataques de drones afetaram unidade de produção de petróleo em Abqaiq, no leste da Arábia Saudita. (REUTERS/Stringer)

Preços do petróleo disparam 20% após ataque na Arábia Saudita

Outros conteúdos GMG
Mercadona investe 12 milhões em armazém para vendas online