Mobile World Congress

Mercedes permite partilha do nosso carro com família e amigos

Nova geração do Mercedes Classe A. Fotografia: DR
Nova geração do Mercedes Classe A. Fotografia: DR

A Mercedes também fez a apresentação europeia do MBUX. Este sistema, graças à inteligência artificial, consegue adaptar-se aos hábitos do condutor.

É o primeiro serviço privado de partilha de carros e deverá arrancar em meados de 2018. Esta foi uma das novidades apresentada pela Mercedes esta segunda-feira no Mobile World Congress (MWC), em Barcelona e que está enquadrada na nova estratégia de mobilidade da marca alemã. Este serviço estará disponível a partir de junho, quando for lançada a nova geração do classe A, o modelo de acesso da marca premium alemã.

Através da aplicação móvel Mercedes me, o proprietário do carro poderá escolher um grupo de familiares, amigos ou colegas com os quais poderá partilhar o veículo. O carro será desbloqueado através desta aplicação, que terá uma chave virtual e mediante autorização do dono do automóvel. O sistema é controlado através de um código de segurança, adiantou ao Dinheiro Vivo Benjamin Oberkersch, da equipa de comunicação da marca alemã.

O veículo só arranca quando a chave física estiver dentro do carro e o smartphone numa zona própria para o efeito. Depois de terminar a viagem, o utilizador só tem trancar o carro através desta aplicação, que beneficia da tecnologia NFC (comunicação por proximidade). Este serviço, em princípio, também estará disponível no mercado português.

A Mercedes, além do serviço privado de carsharing, também fez a apresentação europeia do MBUX. Este sistema, graças à inteligência artificial, consegue adaptar-se aos hábitos do condutor e oferecer-lhe sugestões bastante variadas, desde a estação de rádio que quer ouvir aos cafés e restaurantes nas proximidades.

O MBUX também conta com uma solução de realidade aumentada para melhorar a navegação. No ecrã do novo classe A, os condutores saberão exatamente a rua certa, o número da casa e o tipo de curva que terão de efetuar com este sistema.

A marca alemã, ainda na área tecnológica, falou do “Ask Mercedes”, um assistente virtual por voz ou no ecrã que utiliza a inteligência artificial e junta as funções de chatbot com a realidade aumentada. Esta solução poderá ser utilizada através de uma aplicação móvel ou de outros sistemas, como o Facebook Messenger ou até mesmo a integração com a Alexa, da Amazon.

“Não há muito tempo, a Mercedes fazia apenas carros. Isso era verdade, mas não chega. A digitalização é um grande desbloqueador e proporciona grandes possibilidades para todos e um novo ecossistema”, assinalou Sabine Scheunert, vice-presidente da área digital & IT de marketing e vendas da Mercedes durante a apresentação realizada esta segunda-feira em Barcelona.

*O jornalista viajou a convite da Mercedes Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Mercedes permite partilha do nosso carro com família e amigos