transportes

Metro de Lisboa chega à Estrela e a Santos em 2021

Fotografia: RUI COUTINHO/Global Imagens
Fotografia: RUI COUTINHO/Global Imagens

Linha amarela vai crescer para ligar ao Cais do Sodré num investimento previsto de 215 milhões

Depois de em outubro, Tiago Farias, presidente do metro de Lisboa, ter adiantado que o metropolitano deveria chegar em breve à Estrela e a Santos, agora é o governo quem confirma. Em entrevista ao Público, o ministro do Ambiente reafirma a construção das duas novas estações e acrescenta detalhes à obra.

Segundo João Matos Fernandes, a nova extensão do metro terá um custo de 215 milhões de euros e deverá estar concluída em 2021. Campo de Ourique também está nos planos para um aumento da linha, mas terá de esperar por novo financiamento.

Ainda que a decisão já esteja tomada, ainda não está feito o estudo ambiental. Certo é que será a linha Amarela, que hoje termina no Rato a crescer até ao Cais do Sodré, passando pelos novos destinos.

A estação de Metro da Estrela ficará no cimo da Calçada da Estrela, em frente ao antigo Hospital Militar. Em Santos deverá ficar entre o Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) e a Avenida D. Carlos I.

Em cima da mesa esteve também a opção de estender a linha vermelha de São Sebastião até Alcântara, que acabou por ficar para trás. O prolongamento da vermelha poderá, no entanto, acontecer no futuro, permitindo a tão desejada chegada a Campo de Ourique.

Atualmente a linha vermelha arranca no aeroporto e para em São Sebastião. Já a linha amarela inicia em Odivelas e termina no Rato. A Alameda, Saldanha e Marquês de Pombal são, atualmente, os maiores pontos de cruzamento de linhas em Lisboa.

Metro_Lisboa_Route_Map_(only_with_routes_in_operation)
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

EPA/MIGUEL FIGUEIREDO LOPES

Mais de 90% querem ver estado de emergência prolongado

Metro de Lisboa chega à Estrela e a Santos em 2021