Automóvel

Michelin vai fechar fábrica de pneus com 858 empregados na Alemanha

Bibendum, a mascote da Michelin.
REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo
Bibendum, a mascote da Michelin. REUTERS/Philippe Wojazer/File Photo

Saída vai acontecer até ao início de 2021 e fica a dever-se a uma quebra na procura e à concorrência asiática, de acordo com a fabricante.

O grupo francês Michelin anunciou esta quarta-feira o encerramento da sua fábrica de Bamberg, na Alemanha, na qual há 858 empregados, devido à queda da procura dos pneus que ali se fabricam pela concorrência asiática.

O fim da atividade em Bamberg ocorrerá até inícios de 2021, explicou num comunicado a Michelin, que constituiu uma provisão de 167 milhões de euros nas contas deste ano para fazer frente ao encerramento da fábrica.

Na fábrica de Bamberg produzem-se maioritariamente pneus premium de 16 polegadas, um segmento do mercado que segundo a empresa se vê afetado por “uma forte diminuição da procura global e por uma concorrência extremamente forte dos fabricantes asiáticos”.

Os 60 milhões de euros investidos desde 2013 para adaptar a produção e os esforços das suas equipas não foram suficientes para compensar as evoluções, sempre de acordo com a Michelin, que insistiu que neste contexto não há “qualquer alternativa industrial economicamente viável”.

O grupo francês proporá a cada empregado um dispositivo “completo e personalizado” que inclui o recurso a uma sociedade de transferência e medidas de reforma antecipadas, bem como outras de mobilidade interna e externa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
dbrs-1060x594

DBRS mantém rating de Portugal em ‘BBB’ e perspetiva estável

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

App Stayaway covid

App Stayaway Covid perto do milhão de downloads. 46 infetados enviaram alertas

Michelin vai fechar fábrica de pneus com 858 empregados na Alemanha