Minipreço arranca com loja online. Primeiro em Lisboa, depois segue para Porto

Serviço de vendas online arranca numa primeira fase em Lisboa, estando previsto que possa, até final do ano, ser expandido ao Grande Porto.

O Minipreço arranca com a sua loja de comércio online. O serviço arranca primeiro em Lisboa e deverá até final do ano cobrir a área do Grande Porto, "bem como outras geografias caso entretanto se justifiquem e tenham forte apelo das populações".

Com esta decisão, a cadeia de supermercados do grupo Dia passa a ter um braço de vendas online, à semelhança de outras como o Continente, Auchan, Pingo Doce (que opera através do marketplace Mercadão, que assegura entregas em várias zonas do país) ou o El Corte Inglés.

"Esta nova plataforma permite alargarmos a nossa base de contato com todas as famílias portuguesas, disponibilizando uma ferramenta de conveniência e proximidade para a realização cómoda das compras essenciais. Depois dos inúmeros testes que fizemos no passado estamos seguros que, neste momento, temos a plataforma ideal para corresponder às necessidades de consumo do nosso universo de clientes que procuram alternativas nesta área. É mais um passo que damos numa trajetória de mudança que tem caraterizado a nossa atuação desde o segundo semestre de 2019 e que tem o cliente e as suas necessidades no centro da nossa tomada de decisões”, diz Helena Guedes, diretora comercial da Dia Portugal, citada em nota de imprensa.

Em Espanha, o Dia já tinha assegurando entregas das compras feitas online, tendo durante o Estado de Emergência aumentado a “capacidade de venda online para satisfazer a procura dos clientes; reforçou-se o quadro deste canal com 1.000 contratações e 8 lojas foram convertidas para a preparação de pedidos online, chegando assim a mais clientes em cerca de 500 povoações", comunicou o grupo ao mercado em abril, referente aos resultados do primeiro trimestre.

Em Portugal, as vendas online arrancam agora, depois de ter sido estudado um piloto com base na loja do mercado de Algés da cadeia. O serviço arranca em Lisboa, com entregas gratuitas para compras superiores a 50 euros, entre as 10h e 20h30, estando mais de 1500 referências.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de