Mobiliário. Empresas portuguesas estarão presentes na maior feira do mundo do setor

A Tic Two promove estágios em Xangai
A Tic Two promove estágios em Xangai

A Associação Portuguesa de Comércio Mobiliário (APCM) estabeleceu um acordo com a Furniture China para levar várias marcas portuguesas à maior feira de mobiliário e decoração do mundo, que decorre em Xangai de 11 a 15 de setembro.

Segundo adiantou à agência Lusa fonte da APCM, a iniciativa, articulada com o Cluster das Empresas de Mobiliário de Portugal, é “uma excelente oportunidade de negócio para as marcas participantes, numa altura em que se verifica uma retração na evolução positiva das exportações provocada pela crise que o mercado europeu atravessa”.

Segundo salientou, a Furniture China é “a porta de acesso ao enorme mercado chinês e também o ponto de referência do setor na zona Ásia–Pacífico”: ao atrair milhares de visitantes dos cinco continentes, “faz com que as marcas que ali expõem se mostrem ao mundo”.

“A China é um mercado extremamente apetecível devido às taxas de crescimento económico verificadas e às políticas estimulantes implementadas pelo governo chinês”, sustenta, destacando que, “num universo de 1,3 mil milhões de habitantes, as classes média e média alta encontram-se em crescimento acelerado e procuram cada vez mais a qualidade e o ‘design’”.

De acordo com a APCM, as marcas portuguesas estarão presentes no pavilhão das marcas internacionais, “lado a lado com as mais prestigiadas marcas do mundo”, num ‘stand’ com cerca de 200 metros quadrados junto a marcas italianas, francesas e belgas que na sua maioria participam, tal como as portuguesas, pela primeira vez na Furniture China.

Até agora, a fabricante de cadeiras Fenabel, sedeada em Paredes, foi a única participante portuguesa na maior feira de mobiliário do mundo, marcando presença nas duas últimas edições.

Em mostra na Furniture China estarão peças de alguns dos mais conceituados ‘designers’, arquitetos e marcas portuguesas, 8 das quais já confirmaram a sua participação, tendo ainda a APCM estabelecido acordos com outros setores de atividade “para potenciar a presença de Portugal”.

Assumindo-se como “a maior manifestação mundial do setor ‘casa’ no mesmo recinto”, a Furniture China disporá de uma área de 750 mil metros quadrados e 3 mil expositores, esperando 80 mil visitantes provenientes de 160 países.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Mobiliário. Empresas portuguesas estarão presentes na maior feira do mundo do setor