publicidade

MOP aposta em “ideias fora do formato” e investe dois milhões em inovação

Outdoor da Fuel na estação de metro do Saldanha, em Lisboa.
(Diana Quintela / Global Imagens)
Outdoor da Fuel na estação de metro do Saldanha, em Lisboa. (Diana Quintela / Global Imagens)

Novo posicionamento da empresa de publicidade no exterior nasce da combinação de data e criatividade.

Desafiar 15 agências de publicidade a exporem as suas ideias em outdoor. Foi esta a ideia da MOP para celebrar o meio Out of Home (OOH) e a dar corpo ao seu novo posicionamento no mercado.

Ao longo da cidade de Lisboa, essencialmente nas estações do metro, é possível ver o resultado do desafio. As mensagens são as mais diversas. Desde campanhas de sensibilização para o uso do plástico ou a prevenção do cancro da mama até mensagens para envolver as pessoas que por lá passam. É o caso da estação do Marquês de Pombal, por exemplo – “Passa por aqui quem não acredita no amor” ou “Passa por aqui quem tem a melhor mãe do mundo”, pode ler-se nas máquinas onde são validades os passes – ou a da estação da Alameda, onde a agência Partners desafia os utilizadores do metro a enviarem as suas sugestões para aquele mural.

A exposição, assim denominada pela MOP, decorre durante todo o mês de novembro, no Marquês de Pombal, Entre Campos, Saldanha, Alameda, Entre Campos, Cais do Sodré, Ribeira das Naus, Terreiro do Paço, Baixa-Chiado, Restauradores e Museu da Carris. É nestes locais que pode ver os outdoors da Nossa, JWT, BBDO, Havas, Fuel, Partners, Leo Burnett, O Escritório, FBC, VMLY & R, Lola Normajean, Comon, Publicis, SolidDogma e Caetsu.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.


Clique na galeria e veja alguns exemplos.

“Não temos como não ver um outdoor”, afirma Vasco Perestelo, CEO da MOP, numa apresentação à imprensa, defendendo que este meio é o único com audiência garantida.

O outdoor é o único meio, além do digital, que cresce sustentadamente (4,5% no ano passado). Sendo a digitalização a palavra de ordem do momento, a MOP acredita que esta é a sua oportunidade para potenciar a criatividade. “A MOP vai ser a primeira empresa a tornar 20% das suas redes digitais”, afirma o líder da empresa, anunciando o investimento de dois milhões de euros em inovação, numa primeira fase.

“Ideias fora do formato”, assina agora a marca. O novo posicionamento da empresa de publicidade no exterior nasce da combinação de data e criatividade. “A data sem criatividade tem pouco impacto e a criatividade sem data é pouco eficaz”.

Com o objetivo de saltar fora da caixa, o novo conceito está assente em três eixos estratégicos: unskippable (isto é, a impossibilidade de saltar um anúncio quando não o queremos ver), targeted (o meio OOH vai passar a ter medição de audiências, tornando mais eficaz escolher o público alvo), e creative data (num futuro fora do formado não existem limites para a criatividade).

Este ano, a MOP prevê crescer entre 10% e 12%, referiu Vasco Perestelo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

MOP aposta em “ideias fora do formato” e investe dois milhões em inovação