luxo

Morreu Alain Chevalier, um dos fundadores da francesa Louis Vuitton

Louis Vuitton
A Louis Vuitton é sinónimo de luxo. Fotografia: D.R.

A Presidência da República francesa destaca que Alain Chevalier foi "acima de tudo um homem de cultura e liberdade"

Alain Chevalier, um dos fundadores da empresa de moda de luxo Louis Vuitton, faleceu, anunciou a Presidência da República francesa em comunicado, elogiando o “homem visionário”.

“Colocou a sua inteligência e talento ao serviço da política e da indústria, contribuindo com sua visão e determinação para colocar a França no primeiro lugar do universo do luxo”, diz o comunicado enviado do Palácio do Eliseu, referindo-se ao fundador da atual Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH).

Citada pela Agência France Presse (AFP), a Presidência da República destaca que Alain Chevalier estava à frente da Moët Hennessy quando, em 1987, esta se uniu ao grupo Louis Vuitton, então presidido por Henry Racamier.

A nova empresa, designada LVMH, passa dois anos depois para Bernard Arnault, que ainda é o seu maior acionista.

As empresas Moët Hennessy e Louis Vuitton, “que já apresentaram algumas das mais prestigiadas marcas nas áreas de vinhos e destilados, moda, perfumes e cosméticos, são maravilhosas embaixadoras de elegância, qualidade e refinamento francês”, descreve o Eliseu.

Segundo a Presidência da República, Alain Chevalier foi “acima de tudo um homem de cultura e liberdade, fiel não a um homem ou a um partido, mas ao que ele acreditava ser certo e verdadeiro”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Centeno mantém crescimento de 1,9% este ano. Acelera para 2% no próximo

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Dívida pública desce mais devagar do que o previsto

desemprego Marcos Borga Lusa

Taxa de desemprego nos 5,9% em 2020. A mais baixa em 17 anos

Outros conteúdos GMG
Morreu Alain Chevalier, um dos fundadores da francesa Louis Vuitton