Mudanças na liderança do grupo dono da TVI. Luís Cabral sai de CEO

Manuel Fernando de Macedo Alves Monteiro, até aqui administrador não executivo, é o novo CEO.

Luís Cabral renunciou ao cargo de CEO da Media Capital, tendo o cargo passado a ser assumido por Manuel Alves Monteiro, até aqui administrador não executivo do grupo dono da TVI. O novo CEO foi vogal da Mystic Invest, empresa controlada por Mário Ferreira, acionista que detém cerca de 30% da Media Capital. Decisão surge uma semana depois da saída de Sérgio Figueiredo da Direção de Informação da TVI.

"O Grupo Média Capital, SGPS, S.A. (“Sociedade”) informa que, nesta data, o Senhor Administrador Luís Filipe Cabral de Mascarenhas e Meneses Garcia, apresentou renúncia ao seu cargo nos órgãos sociais da Sociedade. Mais deliberou o Conselho de Administração, na sequência da renúncia realizada, a designação do Administrador Delegado da Sociedade, com delegação de poderes no Senhor Administrador Manuel Fernando de Macedo Alves Monteiro, que vem desempenhando funções de administrador não executivo deste Conselho", informou a Media Capital em comunicado.

"O Grupo Media Capital regista com profundo reconhecimento o contributo e reconhecida competência com que Luís Cabral serviu a Sociedade, em diferentes áreas de negócio e em diferentes funções, sempre pautando a sua atuação por elevados níveis de rigor e profissionalismo e aproveita a oportunidade para expressar os votos de sucessos futuros."

Manuel Fernando de Macedo Alves Monteiro passou a integrar o conselho de administração como administrador não executivo em abril deste ano. Antigo presidente da Bolsa de Lisboa, gestor está ligado à Mystic Invest, empresa controlada por Mário Ferreira, depois da Prisa o segundo maior acionista do grupo Media Capital.

O gestor assume em substituição de Luís Cabral, que desde julho do ano passado tinha assumido a liderança executiva do grupo dono da TVI, vindo da MCR, o braço radiofónico do grupo dono da Comercial e da M80, substituindo Rosa Cullell que ocupava o cargo desde 2011.

Cabral assumiu funções pouco antes de ser conhecido o interesse da Cofina no grupo Media Capital. O grupo de Paulo Fernandes deixou cair a oferta pela TVI, tendo o processo de venda sido retomado com Mário Ferreira, o segundo maior acionista da Media Capital.

A mudança na liderança executiva do grupo surge depois de mudanças na direção de informação da TVI, com a saída de Sérgio Figueiredo. Não foram adiantadas razões para a saída do profissional da liderança da informação do canal.

A saída ocorreu depois da polémica envolvendo a antiga jornalista da estação Ana Leal, que saiu em conflito com o diretor de informação. Em março foi ainda conhecido que a TVI e o diretor de informação, Sérgio Figueiredo, iriam ser julgados pelo crime de ofensa à reputação económica, segundo a decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa, por causa do caso Banif.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de