expansão

Multinacional espanhola investe 2,75 ME para criar unidade em Santo Tirso

Empresa de produtos químicos transfere-se da Maia para Santo Tirso

Uma multinacional espanhola de produtos químicos para o mercado têxtil, tintas e construção, galvanoplastia, limpeza e manutenção industrial investiu 2,75 milhões de euros numa nova unidade logística em Santo Tirso, estando a sua conclusão prevista para fevereiro.

Em declarações à agência Lusa, a diretora administrativa e financeira da ADI Center Portugal, Arminda Igreja, disse que a nova infraestrutura ficará situada no Parque Empresarial da Ermida e permitirá ao grupo espanhol “aumentar a sua capacidade de armazenamento e distribuição” em Portugal.

Com a atividade a “crescer progressivamente desde 2006”, ano em que se instalou na Zona Industrial da Maia com um centro logístico que, entretanto, “deixou de ter capacidade para as necessidades”, a mudança para Santo Tirso “representa um investimento de 2,75 ME”, acrescentou a responsável.

O novo espaço será constituído por “duas áreas funcionais distintas, uma de armazém e outra administrativa e social, ficando as duas instaladas em dois volumes fisicamente separados”, sendo a partir de março o local de trabalho dos 23 funcionários atualmente nas instalações na Maia.

A área de armazém terá “quatro cais de carga e um laboratório equipado com toda a tecnologia necessária para apoiar a atividade e os clientes”, detalha a empresa, num comunicado enviado à Lusa.

Consumada a transferência, as instalações da Maia “que serão abandonadas” por se situarem num “terreno que não é do Grupo ADI”.

A empresa espanhola espera faturar em 2018 “mais de 10 milhões de euros”, disse Arminda Igreja.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno ladeado pelos representantes dos dois maiores credores de Portugal: Pierre Moscovici (Comissão) e Klaus Regling (ESM). Fotografia: EPA/JULIEN WARNAND

Centeno usa verbas da almofada de segurança para pagar aos credores europeus

Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Foto: Arquivo

Cofina quer TVI sem remédios

Crédito: Windfloat

EDP Renováveis leva tecnologia eólica flutuante para a Ásia e investe na Coreia

Outros conteúdos GMG
Multinacional espanhola investe 2,75 ME para criar unidade em Santo Tirso