Navigator vende negócios de pellets nos EUA por 135 milhões

A The Navigator Company, ex-Portucel, anunciou aos mercados a venda do negócio de 'pellets' nos Estados Unidos por 112,2 milhões de euros.

A The Navigator Company, ex-Portucel, anunciou aos mercados a venda do negócio de 'pellets' nos Estados Unidos por 112,2 milhões de euros (135 milhões de dólares), um valor que diz poder ser ainda ajustado.

A operação tinha sido comunicada no final de dezembro, mas sem divulgar o montante do negócio que foi agora divulgado numa informação privilegiada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), contabilizando um "ganho estimado" antes de impostos de 16,6 milhões de euros (20 milhões de dólares).

"Em complemento à informação publicada pela Navigator no dia 29 de dezembro de 2017, relativa à celebração de um contrato de compra e venda do seu negócio de pellets com uma joint-venture gerida e explorada por uma entidade associada da Enviva Holdings, informa-se que o valor global da transação é de 135 milhões de dólares, um montante que pode vir a sofrer ajustamentos usuais neste tipo de operações", afirma no comunicado publicado segunda-feira.

Numa nota à CMVM, de 29 de dezembro, a empresa de papel e pasta de papel anunciou a venda do seu negócio de pellets , nos Estados Unidos, mas ressalva que a concretização da venda está "sujeita à verificação de determinadas condições precedentes e autorizações regulatórias".

A Navigator, nesse mesmo comunicado, diz acreditar que "o processo esteja concluído no decorrer do primeiro semestre de 2018" e explica que este investimento "constituiu uma oportunidade de crescimento na área da bioenergia" e que "permitiu desenvolver e diversificar a base de ativos industriais" da empresa de papel.

No final de 2014, a Navigator decidiu investir numa fábrica de pellets em Greenwood, na Carolina do Sul, com capacidade de produção de 500 mil toneladas por ano, tendo esta ficado concluída no segundo semestre de 2016.

Na altura, a ainda designada Portucel anunciou o investimento de cerca de 110 milhões de dólares (cerca de 89 milhões de euros ao câmbio da época) para construir uma fábrica de pellets no estado norte-americano da Carolina do Sul.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de