aviação

Neeleman: TAP deverá voltar aos lucros este ano

David Neeleman e Humberto Pedrosa. Fotografia: D.R.
David Neeleman e Humberto Pedrosa. Fotografia: D.R.

Acionista privado da TAP assume que os aviões "estão cheios" e as tarifas médias mais altas. Neeleman conta com a ajuda do petróleo

O acionista da TAP David Neeleman considerou que a baixa do preço do petróleo é uma oportunidade para tornar a companhia aérea mais eficiente e deixou implícito que transportadora poderá regressar aos lucros este ano.

“Com base nas projeções de que o combustível vai ser abaixo dos 50 dólares” nos próximos anos, isso vai “dar-nos uma oportunidade de fazer algumas coisas que precisamos de fazer para tornar a empresa mais eficiente”, afirmou o gestor, numa entrevista dada à agência Bloomberg em Nova Iorque.

Neeleman manifestou-se otimista relativamente à TAP, adianta a Bloomberg, que acrescenta que o gestor espera que a companhia aérea portuguesa volte ao lucros este ano, depois dos ajustes sofridos na gestão da empresa após do consórcio em que o gestor participa ter comprado uma posição em 2015.

A companhia aérea TAP fechou 2015 com um prejuízo de 99 milhões de euros, que compara com 46 milhões de euros negativos no ano anterior, resultado agravado pela retenção de 91,4 milhões de euros na Venezuela.

“Estamos otimistas” com o estado da TAP, afirmou Neeleman, acrescentando que “os aviões estão cheios, [e] as tarifas médias estão altas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Neeleman: TAP deverá voltar aos lucros este ano