Telecomunicações

NOS acaba com adesão a serviços que levaram a fraudes

NOS_edificio

A operadora anuncia alterações nos serviços oferecidos para "reforçar a segurança dos clientes" e evitar situações de fraude

Em comunicado, a NOS anunciou esta terça-feira que deixou de permitir a utilização do saldo ou da fatura, para novas ativações de serviços do tipo Wap Billing, numa medida “que visa o reforço da proteção dos seus clientes, assim como da transparência nos serviços prestados”.

A empresa explica que o Wap Billing é um serviço que “permite aos clientes dos operadores de telecomunicações, que tenham um telemóvel e serviços móveis ativos, efetuar pagamentos de serviços e conteúdos digitais disponibilizados por terceiros, através de páginas na internet”. Era, assim, possível subscrever serviços ou conteúdos de vídeo, jogos, wallpapers, astrologia, conteúdos para adultos, entre outros, utilizando nessa transação o saldo ou a fatura, consoante fossem clientes de tarifários pré ou pós-pagos, respetivamente.

O serviço em causa “esteve na base de episódios de fraude, realizada por entidades terceiras que lesaram clientes NOS”, admite a operadora, que garante que foi feita sempre a desativação das subscrições fraudulentas “e a devolução dos valores cobrados indevidamente aos clientes”.

A NOS indica que existem conteúdos de igual ou melhor qualidade disponíveis através de outros canais, como as lojas de aplicações, “que possibilitam ao cliente um maior controlo de custos e uma melhor experiência de subscrição e utilização”.

“A NOS tomou a opção estratégica de impedir a subscrição deste tipo de serviços muitas vezes promovidos de forma intrusiva que, frequentemente, levam a adesões pouco esclarecidas”, indica Luís Nascimento, administrador da NOS, em comunicado. O responsável diz também que a NOS “congratula-se de ser o primeiro operador em Portugal e um dos pioneiros a nível mundial a dar este passo voluntário, em prol da segurança e proteção dos seus clientes, acabando assim com um relevante motivo de insatisfação e de elevado número de reclamações”.

A decisão aplica-se a novas adesões a serviços deste tipo, pelo que os clientes NOS que têm atualmente serviços Wap Billing voluntariamente subscritos vão continuar a poder utilizá-los tal como até aqui.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Joao Silva/ Global Imagens)

Preço das casas aumentou 1,7% em novembro

Kristalina Georgieva, diretora-geral do FMI. Fotografia: EPA/MICHAEL REYNOLDS

FMI corta crescimento dos maiores parceiros de Portugal: Espanha e Alemanha

Isabel dos Santos  EPA/TIAGO PETINGA

Isabel dos Santos: Angola escolheu um caminho em que “todos vão ficar a perder”

NOS acaba com adesão a serviços que levaram a fraudes