NOS assegura serviço universal

Miguel Almeida, CEO da NOS
Miguel Almeida, CEO da NOS

Chãs de Tavares, concelho de Mangualde, em Viseu, foi o local escolhido pela NOS para assinalar ser, <a href="http://www.dinheirovivo.pt/Empresas/Telecom/interior.aspx?content_id=3939569">desde o início do mês</a>, o novo prestador do serviço universal de telecomunicações, substituindo a PT.

Para manter o serviço universal, com os serviços e tarifários regulados pela Anacom, os consumidores têm de contactar a NOS.

Mas a PT, em comunicado, adiantou que vai manter as condições para os atuais clientes do serviço universal. Até quando não precisou.

O serviço universal visa garantir, por exemplo, que um serviço telefónico de rede fixa (telefone, fax ou internet) chegue a todos os utilizadores (independentemente da sua localização geográfica) a preços acessíveis. Reformados e pensionistas também têm descontos nos serviços, em caso de baixos rendimentos. Cerca de 140 mil pensionistas, segundo dados de 2011, usufruiam do serviço universal.

Ainda de acordo com os dados adiantados pela Anacom, e que serviram de referência para o concurso, “o número de acessos residenciais e empresariais do Serviço Universal em 2011, rondavam os 1,6 milhões”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
NOS assegura serviço universal