OPA PT SGPS

NOS “atenta” a oportunidades no mercado

Miguel Almeida, CEO da NOS
Miguel Almeida, CEO da NOS

A NOS está "atenta" <strong>às oportunidades que possam surgir no mercado nacional </strong>resultantes da compra da PT Portugal pela Altice.

“Não sabemos que ativos estão à venda”, comentou Miguel Almeida durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados. “Sabemos que foi notificada à Comissão Europeia uma a operação de concentração, o que parece contrariar a ideia de uma possível venda”, diz. “Seria muito importante que [esta operação] fosse avaliado em Portugal porque é um processo que está longe de ser pacífico dado a excessiva concentração que ia gerar”, acrescenta.

Ainda assim, caso venham a ser impostos remédios, que impliquem a venda de alguns dos ativos da Altice como a Oni e a Cabovisão, “como player ambicioso que somos estamos atentos a todos os desenvolvimentos no mercado”, disse Miguel Almeida.

A operação foi notificada pela Altice no passado dia 25, foi hoje conhecido, tendo a empresa propostos remédios, cujos detalhes não foram divulgados. A AdC em Portugal já avisou que vai solicitar a remessa do processo para Lisboa.

Miguel Almeida não quis comentar se a PT Portugal com a Altice vai ser mais agressiva. “Não comento os nossos acionistas, não vou comentar os outros”, diz. Mas nega ter sido perda de velocidade na PT Portugal nos últimos tempos.

“Não podemos confundir a turbulência do que foi a PT SGPS com o que é a PT Portugal”, diz o gestor. “Do ponto de vista operacional a PT Portugal continuou o seu caminho, e nesse sentido podemos dizer [que as conquistas obtidas ao nível de conquista de clientes corporate] foi mérito nosso”, referiu.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

NOS “atenta” a oportunidades no mercado