NOS e Vodafone com nova parceria de fibra. Agora para 2,6 milhões de casas

A NOS e a Vodafone fecharam uma parceria para a partilha de infraestruturas a nível nacional na área de fibra escura em cerca de 2,6 milhões de casas. O acordo de coinvestimento prevê ainda a partilha de 200 torres móveis.

"Esta parceria permite aos dois operadores a disponibilização das suas ofertas comerciais, sob a rede partilhada, já a partir do início de 2018", informam em nota enviada às redações.

Com este acordo a cobertura da rede de nova geração da NOS irá ultrapassar os 4.4 milhões de casas passadas até ao final de 2018, enquanto no caso da Vodafone a partilha de rede irá permitir à operadora liderada por Mário Vaz chegar a mais 1,3 milhões casas, passando a operadora a totalizar cerca de 4 milhões de casas passadas com rede de última geração.

Os dois operadores voltam assim a assinar uma parceria para a partilha de rede. Em 2010, ainda no tempo da Optimus, que mais tarde se veio a fundir com a Zon dando origem à NOS, as duas companhias tinham fechado um acordo para a partilha de rede de 500 mil casas, rede que mais tarde a Optimus deu como compromisso junto da Concorrência no âmbito da fusão e comprada pela Vodafone o ano passado.

O acordo acaba por ser também uma resposta à concorrente Meo que em setembro ligou a casa 4 milhões com rede fibra e até 2020 quer ligar 5,3 milhões de lares. Um investimento feito a solo pelo grupo francês Altice que, quando assumiu a liderança da PT decidiu não dar continuidade ao acordo de partilha de rede que tinha com a Vodafone.

"Este acordo representa um passo muito importante no nosso compromisso com Portugal e com os portugueses. Com a expansão da sua rede de fibra de última geração e o reforço da sua cobertura móvel, a NOS mantém o seu compromisso de investimento na criação de condições que, não só permitirão às empresas portuguesas prepararem-se para responder ao desafio da transformação digital, mas também às famílias que terão assim a oportunidade de escolher as melhores ofertas e um serviço de excelência.”, afirma Miguel Almeida CEO da NOS.

"Este acordo permite à Vodafone Portugal levar o seu serviço a mais clientes, aumentando a concorrência no mercado em benefício das famílias e empresas portuguesas. A partir de hoje damos um passo significativo para que todos os portugueses possam ter acesso à melhor oferta do mercado, contribuindo decididamente para a materialização da Sociedade Gigabit em Portugal", afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

As duas empresas "mantêm total autonomia no desenho das ofertas comerciais e na escolha das soluções tecnológicas que decidam vir a implementar. Está igualmente assegurada a total independência na gestão da base de clientes de cada uma das empresas, bem como a confidencialidade no tratamento da informação dos consumidores", frisam em nota enviada às redações.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de