Futebol

Criptomoedas já chegaram ao futebol. Primeira equipa tem ‘sotaque’ português

Soccer Football - Championship - Wolverhampton Wanderers Promotion Parade - Wolverhampton, Britain - May 7, 2018   General view of Wolverhampton Wanderers scarves on sale before the parade   Action Images via Reuters/Craig Brough - RC1603847EE0
Soccer Football - Championship - Wolverhampton Wanderers Promotion Parade - Wolverhampton, Britain - May 7, 2018 General view of Wolverhampton Wanderers scarves on sale before the parade Action Images via Reuters/Craig Brough - RC1603847EE0

A plataforma de criptomedas CoinDeal passa a estar nas camisolas do Wolverhampton Wanderers.

O Wolverhampton Wanderers apresentou esta semana os seus equipamentos para a nova temporada, com a novidade de terem os polacos da Coin Deal na manga das camisolas.
O Wolves, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, que conta com vários jogadores portugueses, prepara-se para apresentar o guarda-redes da seleção nacional Rui Patrício, torna-se assim o primeiro clube de futebol a contar com o patrocínio de uma plataforma ligada às moedas virtuais, noticia o Business Insider.

O contrato assinado pelo clube, que vai estar novamente no principal escalão do futebol inglês, celebrado pelas duas partes também vai incluir publicidade nos placards LED do estádio.

Adam Maćkowiak, chefe do departamento de marketing da plataforma polaca, afirmou na apresentação da T-shirt oficial: “Sabemos do impacto que o marketing no futebol pode ter numa marca e numa comunidade, especialmente numa indústria como a nossa”. A plataforma, que atualmente conta com a possibilidade de acesso a 22 criptomoedas, tem um aspeto inovador: os utilizadores podem votar na introdução de novas moedas virtuais na plataforma.

O diretor-geral do Wolverhampton, Laurie Dalrymple, salientou que a Coin Deal vai passar a ser um dos principais parceiros do clube inglês.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno. 
(ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA)

Défice encolhe para os 576 milhões de euros até agosto

Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas. Fotografia: Sara Matos / Global Imagens

“Não há ninguém condenado” no caso da compra da VEM

TDT

Anacom quer ver resolvidos problemas da TDT antes da migração para 5G

Outros conteúdos GMG
Criptomoedas já chegaram ao futebol. Primeira equipa tem ‘sotaque’ português