retalho

Novo entreposto do Lidl em Santo Tirso fica pronto em 2020 e criará 200 empregos

Sede Lidl Portugal
Sede Lidl Portugal

O novo entreposto do Lidl, num investimento de 70 milhões de euros, vai ficar instalado no Parque Industrial de Santo Tirso, estará pronto dentro de um ano e vai gerar 200 postos de trabalho, foi hoje anunciado.

Com uma área de 48 mil metros quadrados e situado a cerca de 10 quilómetros do atual entreposto, em Vila Nova de Famalicão, o funcionamento da nova estrutura será garantida pelos atuais funcionários, confirmou o diretor-geral do Lidl Portugal para a região Norte, Hélder Rocha.

“A escolha de Santo Tirso não foi por acaso, estamos a dez quilómetros de Famalicão, do nosso entreposto, e foi com o objetivo de manter esses postos de trabalho e que a transição se dê da forma mais calma possível com os nossos colaboradores que assim escolhemos, mas cada caso é um caso, e estamos a cerca de dez minutos das nossas instalações e isso não será um problema”, acrescentou o responsável.

Fruto deste investimento, o Lidl passará a ter “capacidade para chegar a mais de 100 lojas”, explicou o Hélder Rocha, sendo que o “alcance atual se situa nas 77”, devendo o novo posto de distribuição “estar pronto dentro de um ano”.

Presente no mercado português há 24 anos, o Lidl conta “já com mais de 250 lojas, quatro entrepostos e mais de 6.000 colaboradores”, acrescentou.

Afastada do centro de Santo Tirso, a zona industrial não é servida por transportes públicos, uma questão que o presidente da Câmara garantiu “estar a ser trabalhada”.

“Estamos com Vila Nova de Famalicão e Trofa a trabalhar para constituir uma autoridade de transportes”, disse o autarca, reconhecendo “tratar-se de uma pedra de toque do relacionamento da zona industrial com a cidade” e esperando “dentro de dois ou três anos ter esse aspeto melhorado e mais adaptado às necessidades reais da economia e da mobilidade das pessoas”.

A cerimónia do lançamento da primeira pedra teve a presença do secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Foto: DR

IMI baixa para mais de 24 mil famílias que pediram reavaliação

António Costa Silva, presidente do frupo Partex. 
(Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

Huawei: “Portugal não tem a receber lições de moral”, diz presidente da Partex

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Novo entreposto do Lidl em Santo Tirso fica pronto em 2020 e criará 200 empregos