retalho

Novo entreposto do Lidl em Santo Tirso fica pronto em 2020 e criará 200 empregos

Sede Lidl Portugal
Sede Lidl Portugal

O novo entreposto do Lidl, num investimento de 70 milhões de euros, vai ficar instalado no Parque Industrial de Santo Tirso, estará pronto dentro de um ano e vai gerar 200 postos de trabalho, foi hoje anunciado.

Com uma área de 48 mil metros quadrados e situado a cerca de 10 quilómetros do atual entreposto, em Vila Nova de Famalicão, o funcionamento da nova estrutura será garantida pelos atuais funcionários, confirmou o diretor-geral do Lidl Portugal para a região Norte, Hélder Rocha.

“A escolha de Santo Tirso não foi por acaso, estamos a dez quilómetros de Famalicão, do nosso entreposto, e foi com o objetivo de manter esses postos de trabalho e que a transição se dê da forma mais calma possível com os nossos colaboradores que assim escolhemos, mas cada caso é um caso, e estamos a cerca de dez minutos das nossas instalações e isso não será um problema”, acrescentou o responsável.

Fruto deste investimento, o Lidl passará a ter “capacidade para chegar a mais de 100 lojas”, explicou o Hélder Rocha, sendo que o “alcance atual se situa nas 77”, devendo o novo posto de distribuição “estar pronto dentro de um ano”.

Presente no mercado português há 24 anos, o Lidl conta “já com mais de 250 lojas, quatro entrepostos e mais de 6.000 colaboradores”, acrescentou.

Afastada do centro de Santo Tirso, a zona industrial não é servida por transportes públicos, uma questão que o presidente da Câmara garantiu “estar a ser trabalhada”.

“Estamos com Vila Nova de Famalicão e Trofa a trabalhar para constituir uma autoridade de transportes”, disse o autarca, reconhecendo “tratar-se de uma pedra de toque do relacionamento da zona industrial com a cidade” e esperando “dentro de dois ou três anos ter esse aspeto melhorado e mais adaptado às necessidades reais da economia e da mobilidade das pessoas”.

A cerimónia do lançamento da primeira pedra teve a presença do secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Turistas passeiam na baixa de Quarteira dia 19 de março de 2020. (LUÍS FORRA/LUSA)

Desemprego no Algarve triplica em maio por quebras no turismo

(MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

OE Suplementar: Oposição levou 263 propostas a votação, passaram 35

O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

O Orçamento Suplementar em 5 minutos

Novo entreposto do Lidl em Santo Tirso fica pronto em 2020 e criará 200 empregos