Telecomunicações

O fim do roaming na Vodafone tem limites. São estes

Associações de consumidores pressionam fim do roaming na UE

Novos tarifários têm fidelização? E quais são os limites da política de utilização responsável? Saiba mais sobre a nova oferta sem roaming.

A Vodafone anunciou hoje o fim do roaming no mercado europeu para os novos clientes convergentes ou que tenham os novos tarifários RED. Mas não se trata de um roaming sem limites: tem uma política de utilização responsável e um período de fidelização de 24 meses.

Quais os limites da política de utilização responsável?

Os novos clientes que adiram a estes pacotes RED quando se encontrarem no exterior estão isentos de tarifas de roaming – ou seja, pagam o mesmo como se estivessem em Portugal – nas comunicações de voz, SMS e dados até um determinado limite: 200 minutos voz, 200 SMS e 200 MB de Internet. “Estes consumos são partilhados com o tarifário nacional”, informa a operadora em declarações ao Dinheiro Vivo.

A partir do momento em que o cliente ultrapassa esses consumos, aplica-se as tarifas reguladas de roaming, tal como definidas por Bruxelas. A partir de abril essas tarifas são, se receber uma chamada 1,14 cêntimos por minuto (excluindo IVA); para um máximo de 5 cêntimos/por minuto se receber uma chamada de voz. Enviar SMS passa a ter um custo até 2 cêntimos; enquanto pelos dados, por cada megabyte descarregado o consumidor paga um máximo de 5 cêntimos. A partir de junho de 2017 termina o roaming na UE, mas igualmente sujeito a uma política de utilização responsável, que ainda está a ser definida.

Estes pacotes têm fidelização?

A estes novos pacotes está associada um período de fidelização de 24 meses.

Novo tarifário é só para novos clientes?

Os atuais clientes do RED podem, caso assim o entendam, aderir a este novo tarifário, mas nesse caso ficam sujeitos a um novo período de fidelização de 24 meses, à semelhança do que sucede com as novas adesões.

E se for um pré-pago?

Esta oferta aplica-se apenas a clientes com assinatura. Mas a operadora tem no mercado uma opção universal que se vai manter: o Vodafone Easy Roaming. “Através de um custo diário de 2,99€ os clientes podem ter acesso às mesmas condições que têm em Portugal – Voz, Dados e Internet. Esta tarifa mantém-se válida para todos os clientes que não tiverem o novo RED e não sofre alterações”, diz fonte oficial ao Dinheiro Vivo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Marcelo. “Não se pode esperar um, dois, três meses por respostas europeias”

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

140 mortos e 6408 casos confirmados de covid-19 em Portugal

O fim do roaming na Vodafone tem limites. São estes