Belmiro de Azevedo

“O Homem Sonae”: os dez mandamentos de Belmiro de Azevedo

Belmiro de Azevedo. Fotografia: D.R.
Belmiro de Azevedo. Fotografia: D.R.

Em 1985, o empresário teve a ideia de propagar uma cartilha em que definiu o que devia ser o chamado "Homem Sonae". O colaborador ideal, no fundo.

A primeira reunião de altos quadros do grupo Sonae acontece a 28 de maio de 1985.

O encontro fica marcado pela apresentação dos dez mandamentos do grupo, a famosa cartilha do “Homem Sonae”, que no fundo são as leis a seguir para se ser o empregado exemplar, o colaborador ideal, supostamente feito à imagem do presidente, Belmiro de Azevedo.

Apesar de ser um rol de mandamentos a pensar na empresa e na sua gestão, o texto assume contornos quase religiosos. “Devoção às tarefas”, “ser justo”, “aceitar perder sem ressentimento”, “aceitar críticas”, “ser conhecido pela verticalidade do seu caráter”, “ter disponibilidade temporal e resistência física”, “ser rigoroso em termos de valores”.

Segundo o livro do jornalista Filipe S. Fernandes, intitulado precisamente “O Homem Sonae” (publicado originalmente em 2008), Belmiro terá sido o primeiro empresário português a apresentar tal lista com regras de ouro para o trabalho e os negócios. Dez ditames para quem quisesse pertencer de corpo e alma ao grupo, ser respeitado e conduzir a Sonae ao sucesso.

A monografia, feita a partir de “textos escritos e entrevistas concedidas por Belmiro de Azevedo ao longo dos anos”, começa com o próprio Azevedo a falar: “Assumi como estilo de vida pessoal e atitude empresarial do grupo que dirijo: be prepared, ou seja, prepare-se para decidir com pouca informação, com pouco tempo. Por mera coincidência, o acrónimo Sonae tem, em japonês, exatamente tal significado”, contou o engenheiro.

Em baixo, os dez mandamentos do “Homem Sonae” que o histórico empresário levou à primeira reunião com sete dezenas de altos quadros, em 1985. Mandamentos para serem cultivados no seio do grupo.

“O Homem Sonae”

“1. O Homem Sonae ou é líder ou candidato a líder;

2. O Homem Sonae é culto, evoluindo do seu estágio de competência técnica para o estágio de Homem culto em geral;

3. O Homem Sonae deve ter disponibilidade temporal e resistência física para vencer períodos mais intensos de carga de responsabilidades;

4. O Homem Sonae deve ter disponibilidade mental para aceitar críticas vindas de superiores ou subordinados, deve reagir ou replicar, mas deve evitar a retaliação sistemática;

5. O Homem Sonae deve ter apreço pelo trabalho dos seus subordinados, cuidando permanentemente para que as condições de trabalho e o grau de conhecimento de todos os trabalhadores sejam continuamente melhorados;

6. O Homem Sonae deve ser reconhecido interna e externamente pela verticalidade do seu caráter;

7. O Homem Sonae deve ter elevados critérios de exigência pessoal, com forte devoção às suas tarefas, embora procurando sempre um justo equilíbrio com outras atividades;

8. O Homem Sonae deve ter um código ético e deontológico rigoroso em termos de valores;

9. O Homem Sonae tem de aceitar o desafio da concorrência interna e externa;

10. O Homem Sonae procura a excelência e fá-lo pelo somatório das boas decisões que vai tomando e excluindo liminarmente os erros parciais.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

TAP contrata mil tripulantes, traz 37 aviões novos e liga o Whatsapp (de graça)

Fotografia: João Girão/Global Imagens

Autoeuropa pode parar a qualquer momento por falta de espaço para os carros

gaspar fmi contas públicas défice dívida

FMI. Dívida mundial atinge máximo histórico de 162 biliões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
“O Homem Sonae”: os dez mandamentos de Belmiro de Azevedo