O melhor vinho branco do mundo esgotou num dia. É português

O Conde d' Ervideira Branco Reserva Alentejo DOC, que ganhou a medalha Grand Gold no Mundus Vini Summer Tasting 2017, o primeiro branco nacional a ganhar este prémio, esgotou num único dia na adega.

Da produção de 35 mil garrafas, restavam na herdade da Ervideira, no Alentejo, 20 mil, "e esgotaram todas, com encomendas da Suíça, Luxemburgo, Bélgica e Portugal. A colheita de 2016 esgotou e agora só em maio de 2018 teremos novamente Conde D'Ervideira branco", afirma ao Dinheiro Vivo Duarte Leal da Costa, diretor geral da herdade.

Este vinho produzido com uvas tradicionais do Alentejo, Antão Vaz, e que faz o seu estágio de seis meses em barricas de carvalho húngaro, tem um preço de venda ao público de 10 euros.

Na 21ª edição da Mundus Vini Summer Tasting, este ano, foi também premiado um outro vinho branco da Ervideira, o Lusitano, "mas com uma medalha de ouro, não é a grande medalha", salienta o diretor geral. Trata-se de um vinho branco, aromatizado que está à venda, "pelo preço ridículo de 5 euros".

Entretanto, na Ervideira já se trabalha para o próximo ano, quando será lançado o Ervideira Bionatur, "um vinho que resulta unicamente de agricultura biológica. Queremos fazer um lançamento de 25 mil garrafas, na categoria premium, e terá um preço de 12,50 euros a garrafa", adianta Duarte Leal da Costa.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de