Riqueza

O que têm em comum a Louis Vuitton, a Amazon e a Microsoft?

Bernard Arnault, presidente do grupo Moët Hennessy - Louis Vuitton.
Bernard Arnault, presidente do grupo Moët Hennessy - Louis Vuitton.

Bernanrd Arnault junta-se ao clube de Jeff Bezos e Bill Gates. Os três fazem parte do restrito clube dos mais ricos do mundo.

O que é que têm em comum o presidente da Louis Vuitton, o CEO da Amazon e o fundador da Microsoft? Os três têm uma fortuna que ultrapassa os 100 mil milhões de dólares. Quem o diz é o índice Bloomberg Billionaires, que analisa em tempo real os movimentos dos grandes patrimónios e que conta com 500 membros em todo o mundo.

Benard Arnault, multimilionário francês, entrou no trio esta terça-feira, quando o fabricante de artigos de luxo viu o preço das suas ações subir 2,9% para um recorde de 370,15 euros. O património líquido de Arnault cresceu quase 32 milhões este ano, avança o Cinco Días.

Os multimilionários de França são os que mais viram crescer as suas fortunas no ranking da Bloomberg. A Arnault segue-se Francoise Bettencourt Meyers, com mais de 40 milhões a separá-los. Enquanto isso, os irmãos por de trás da Chanel, Gerard e Alain Wertheimer, viram a sua fortuna aumentar em quase 10 mil milhões de dólares esta semana, depois de terem apresentado as contas relativas a 2018.

A fortuna de Arnault, que agora ultrapassa os 100 mil milhões, equivale a mais de 3% da economia francesa.

O apetite dos consumidores chineses pelas carteiras Louis Vuitton e pelo conhaque Hennessy reforçou os resultados da LVMH, assim como os resultados da Dom Perignon Champagne e da Tag Heuer, duas outras empresas que seduzem clientes asiáticos. As ações da companhia subiram 43% este ano.

Arnault e a sua família, como o chefe da Kering, estão entre os magnatas do luxo que prometeram uma doação de mais de 650 milhões de euros para a reconstrução da Catedral de Notre Dame, depois do incêndio que devorou o emblemático monumento em abril. O multimilionário controla aproximadamente metade da LVMH, com sede em Paris, através de uma holding familiar, e também tem uma participação de 97% na Christian Dior, a casa de moda fundada três anos antes de seu nascimento, em 1949.

À frente de Arnault, na segunda posição, está Bill Gates, com uma fortuna que hoje movimenta cerca de 106 mil milhões de dólares. O primeiro lugar é ocupado por Jeff Bezos, com uma riqueza que ultrapassa 119 mil milhões, de acordo com os dados do índice Bloomberg. Abaixo dos 100 mil milhões, a uma distância considerável, estão Warren Buffett (84 mil milhões), Mark Zuckerberg (73 mil milhões) e Amancio Ortega (63 mil milhões).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

OCDE. Famílias portuguesas podem perder 50% do rendimento se vier uma nova crise

Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Outros conteúdos GMG
O que têm em comum a Louis Vuitton, a Amazon e a Microsoft?