Telecomunicações

Oi reage a Pharol. Comunicação da ação foi “temerária e oportunística”

Fotografia: REUTERS/Paulo Whitaker
Fotografia: REUTERS/Paulo Whitaker

Operadora brasileira reagiu ao anúncio de que a acionista Pharol tinha avançado com ação onde pede mais de 2 mil milhões de indemnização

“A Oi não tem conhecimento da ação judicial em questão, não tendo recebido citação pela justiça Portuguesa. A Oi não comenta discussões judiciais e considera leviana, temerária e oportunista a divulgação prematura que foi realizada.”
Foi a reação da operadora brasileira ao anúncio de que a Pharol tinha dado entrada com uma ação onde pede uma indemnização de mais de 2 mil milhões de euros por falhas de informação, durante o processo de combinação de negócio entre as duas empresas que culminou na venda da PT Portugal.
Uma ação que surge depois de a justiça portuguesa não ter aceite a providência cautelar da Pharol para o arresto de bens da Oi.
A venda da PT Portugal a Altice representou um encaixe de 5,4 mil milhões de euros para a Oi, que a braços com dívida de mais de 64 mil milhões de reais, entrou posteriormente num processo de recuperação judicial.
O processo, desenhado sem intervenção dos acionistas, culminou com um acordo com credores, que através de troca de dívida por capital, ficaram com cerca de 70% da empresa, levando a forte diluição da posição dos atuais acionistas, entre as quais a Pharol que, de mais de 20%, passou a deter 7%.
O processo gerou uma guerra legal entre acionista e operadora, da qual esta ação é mais um passo.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Neto Leite, CEO da Groundforce.

Groundforce aposta na Portela e contrata mais 260 pessoas em 2019

Lisboa, 17/05/2016 - Conferência de Banca - O Presente e o Futuro do Setor Bancário, no Hotel Ritz em Lisboa.
Carlos Costa, Marcelo Rebelo de Sousa, Faria de Oliveira
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Marcelo sobre o caso CGD: “Há de chegar às minhas mãos”

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

ViaCTT. Fisco devolve coimas a mais de 8 mil contribuintes esta semana

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Oi reage a Pharol. Comunicação da ação foi “temerária e oportunística”