Tech

OutSystems contrata administrador do Slack

Paulo Rosado, presidente executivo da Outsystems. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens
Paulo Rosado, presidente executivo da Outsystems. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

Vendas da empresa portuguesa cresceram 57% no primeiro trimestre de 2017

A OutSystems reforçou-se esta semana com a contratação de dois novos membros para a liderança da empresa. A marca liderada por Paulo Rosado e que desenvolve plataformas low-code – aplicações onde é utilizado o mínimo de código possível – anunciou ainda a contratação de dois antigos administradores da Slack e Splunk.

Uma das contratações é o antigo responsável de marketing e risco da plataforma colaborativa Slack, Bill Macaitis, que torna-se num dos conselheiros da administração. “A OutSystems tem uma base de fãs alargada e em rápido crescimento, que a coloca, de forma consistente, numa posição de topo no que diz respeito ao produto e satisfação dos consumidores”, refere o responsável, citado em comunicado enviado esta terça-feira às redações.

A segunda contratação é Tom Schodorf, ex-vice-presidente de vendas e operações na plataforma de inteligência operacional Splunk. Schodorf entra como membro da direção da OutSystems e considera que a empresa portuguesa “está claramente a liderar a revolução low-code e encontra-se numa impressionante trajetória de crescimento”.

Este anúncio surge uma semana depois da abertura do escritório da OutSystems em Tóquio, no Japão, o primeiro situado na região Ásia-Pacífico.

No primeiro trimestre de 2016, a empresa portuguesa registou um aumento de receitas de 57% e registou a entrada de 62 novos clientes empresariais.

Em 2016, as vendas da OutSystems ultrapassaram o patamar dos 100 milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Joana Valadares e a sócia, Teresa Madeira, decidiram avançar em 2015, depois do encerramento da empresa onde trabalhavam há 20 anos. Usaram o Montante Único para conseguir o capital necessário e a Mimobox arrancou em 2016. Já quadruplicaram o volume de negócios. (Foto cedida pelas retratadas)

Desempregados que criam negócios geram mais emprego

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
OutSystems contrata administrador do Slack