Resultados

OutSystems termina 2018 com receitas de 100 milhões de dólares

OutSystems, Paulo Rosado
Paulo Rosado, CEO da OutSystems. (Orlando Almeida/Global Imagens)

A empresa revela um crescimento das receitas anuais de 66%, chegando ao 100 milhões de dólares. Número de trabalhadores também cresceu no ano passado.

Em comunicado, a empresa portuguesa anuncia os resultados de 2018. No ano passado, as receitas chegaram aos 100 milhões de dólares (cerca de 88 milhões de euros). Segundo a empresa, trata-se do terceiro ano consecutivo com crescimento superior a 50%: trata-se de um aumento de 66%, relativamente ao ano anterior.

Também o número de colaboradores da unicórnio portuguesa (empresa avaliada em mais de mil milhões de dólares) cresceu. No ano passado, a OutSystems contratou mais 400 colaboradores, contabilizando um universo total que ultrapassa os mil funcionários, que trabalham a tempo inteiro com a empresa.

O comunicado indica ainda que a plataforma de low-code da OutSystems, que permite o desenvolvimento de aplicações mais rápido, chegou a 60 mil programadores em 2018.

Entre os clientes da empresa liderada por Paulo Rosado contam-se a Burton, de equipamento desportivo, que recorreu à plataforma da OutSystems para a sua aplicação móvel; ou a Nimbi, empresa de software empresarial.

Criada em 2001, a OutSystems conta com escritórios em Portugal, Estados Unidos, Reino Unido, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Singapura, Japão e Austrália. No ano passado, em junho, atingia o estatuto de unicórnio, após arrecadar um financiamento de 360 milhões de dólares, numa ronda de investimento liderada pelos fundos de capital de risco da KKR e da Goldman Sachs.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
OutSystems termina 2018 com receitas de 100 milhões de dólares