E-Commerce

Overcube a caminho dos Estados Unidos e Canadá

Overcube1

Lançada em março, a plataforma de venda online de calçado e acessórios do grupo Kyaia trabalha já com 35 marcas distintas

A Overcube, a loja online de venda de calçado e acessórios do grupo Kyaia, fechou os primeiros sete meses de atividade com 35 marcas e quatro mercados conquistados: Portugal, Espanha, Reino Unido e Alemanha. E anunciou já o “reforço da sua estratégia de internacionalização” com a expansão, em breve, aos Estados Unidos e Canadá.

“A nossa ambição é continuar a expandir o nosso portfólio além-fronteiras e, até ao final do ano, entraremos nos EUA e Canadá. Prevemos também aumentar o nosso alcance no resto da comunidade europeia”, refere o CEO da Overcube, Guilherme Salgueiro, em comunicado. Em que reitera a promessa da plataforma em assegurar o acesso às “melhores marcas” de calçado, “democratizando” o processo de compra online, “simplificando” a experiência dos clientes e oferecendo aos parceiros “acesso imediato a clientes de mercados onde tradicionalmente não comercializavam os seus produtos”.

Para além das marcas da Kyaia, como a Fly London, Softinos, Foreva e AsPortuguesas, a Overcube permite, ainda, acesso a calçado e acessórios de mais de três dezenas de outras empresas, como a Lemon Jelly, Miguel Vieira, Camel Active, Sofia Costa Café Noir, Ben Goji, JJ Heitor, entre outras.

Para além da diversidade e qualidade das marcas, da experiência de compra “simples e inspiradora”, com entregas “rápidas e gratuitas” e um serviço de apoio ao cliente “dedicado e eficaz”, a plataforma online do grupo Kyaia aposta também na “simplificação das devoluções”, enviando as encomendas em caixas reversíveis que podem ser utilizadas em caso de devolução, que pode ser efetuada no prazo de 30 dias.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Global Imagens

Preço das casas já recuperou das quedas da crise

(Fábio Poço/Global Imagens)

Alojamento Local. Há 11 desistências por dia desde que nova lei entrou em vigor

Mário Centeno, ministro das Finanças. REUTERS/Pedro Nunes

Défice das contas externas agrava-se para 1.181 milhões em fevereiro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Overcube a caminho dos Estados Unidos e Canadá