Pagamentos registaram o maior aumento dos últimos cinco anos em 2019

O número de pagamentos processados no SICOI atingiu os 8,7 milhões de operações por dia, no valor de 1,9 mil milhões de euros.

O número de pagamentos efetuados em Portugal cresceu 9,3% em 2019, o maior aumento dos últimos cinco anos, tendo sido processadas 3 mil milhões de operações, no valor global de 523,1 mil milhões de euros.

O número de pagamentos processados no SICOI (Sistema de Compensação Interbancária) atingiu os 8,7 milhões de operações por dia, no valor de 1,9 mil milhões de euros.

Os dados constam do 'Relatório dos Sistemas de Pagamentos' divulgado esta segunda-feira pelo Banco de Portugal.

"O crescimento foi de 9,3% em número, a maior taxa nos últimos cinco anos, e mais 6,4% em valor do que em 2018", refere o comunicado que acompanha o relatório.

"Este aumento continuou a ser sustentado pelos instrumentos de pagamento eletrónicos , que representaram 99,1% do número e 83,9% do valor total do SICOI", adiantou.

As transferências imediatas cresceram 311,8% em número e 521,7% em valor, sobretudo devido à adoção por parte das empresas.

"A utilização das transferências imediatas apresentou uma ligeira redução no início de 2019, em grande medida devido à introdução de comissões pelos prestadores de serviços de pagamento. Porém, desde então, têm crescido de forma sustentada, fruto de uma maior utilização pelas empresas", explicou o supervisor.

O número de cartões de débito cresceu 5,8% enquanto os cartões de crédito "inverteram a tendência e diminuíram 1,6%". As operações com cartão aumentaram 9,3% em número e 7,5% em valor.

Segundo o relatório, o cartão continuou a ser o instrumento mais utilizado para efetuar pagamentos de retalho - excluindo o numerário -, representando 86,6% do número total de operações. Mas o uso do contactless disparou. O recurso a esta tecnologia representou 7,8% do valor total de compras com cartão, duplicando o seu peso face a 2018.

"As compras online com cartões nacionais também cresceram: 43% em número e 28% em valor, representando, respetivamente, 6,3% e 7,5% do número e do valor das compras realizadas com cartões emitidos em Portugal. A maioria das compras online foram efetuadas a comerciantes no estrangeiro", segundo o BdP.

A utilização de débitos diretos continuou a crescer em 2019, tendo registado aumentos de 14,2% em número e de 12,9% em valor em relação a 2018. As transferências a crédito também subiram, 6,1% e 8,6%, em número e em valor, respetivamente. Quanto aos cheques, a sua utilização continuou a descer, registando quebras de 14,5% em número e 6,6% em valor.

Quanto ao número de caixas ATM e terminais de pagamento, ambos aumentaram. No final de 2019, havia em Portugal 14,3 mil caixas automáticos e 367 mil terminais de pagamento automático (TPA). Em média, 1,4 caixas automáticos e 35,8 TPA por cada mil habitantes. "O número de caixas automáticos inverteu o decréscimo que tem registado desde 2011 e aumentou 1,1%. Os TPA cresceram a uma taxa de 5,3%", indicou o comunicado.

Atualizada às 13H26 com mais informação

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de