aviação

Pedro Marques revela “grande sucesso” na OPV da TAP aos trabalhadores

Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens
Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

Trabalhadores têm até hoje para dar ordem de compra das 75 mil ações que compõem os 5% de capital remanescente da privatização

“Não tenho e não posso ainda divulgar dados da OPV mas todos os dados que vamos tendo são de um grande sucesso”. É assim que Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas reage ao processo de subscrição de ações da TAP pelos trabalhadores, que ainda decorre durante esta quarta-feira.

A jogo foram 75 mil ações representativas de 5% do capital da companhia aérea que sobrou da privatização e que pode agora ser adquirido por atuais ou antigos trabalhadores da companhia aérea.

Tal como os sindicatos já têm vindo a adiantar, também Pedro Marques confirma agora o forte interesse dos funcionários.

“Este é um momento simbólico importante. É um resultado da forma positiva como os trabalhadores olham para a recomposição do futuro acionista da empresa”, afirmou Pedro Marques, que está na Comissão de Economia e Obras Públicas para uma audição, segundo de que o resultado reflete também a manutenção do Estado como principal acionista e “o dinamismo e o conjunto de opções que os investidores privados trouxeram à empresa”.

“Vai refletir-se tudo indica num grande sucesso da venda”, completou, por fim, o ministro.

Os trabalhadores têm até esta quarta-feira às 15h00 para fazer as suas ordens de compra das ações. Cada título vale 10,38 euros, o que representa um desconto de 5% sobre o preço pago pela Atlantic Gateway no processo de privatização.

Cada funcionário pode adquirir quantas ações quiser e, há pelo menos um pedido para a compra da totalidade das ações disponíveis. O concurso terá de ir, por isso, a rateio para que todos os pedidos possam ser satisfeitos.

A divulgação dos resultados da oferta acontece a 12 de maio, sexta-feira e, uma semana depois, será feita a liquidação física dos títulos.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. FILIPE FARINHA/LUSA

Marcelo promulga descida do IVA da luz consoante consumos

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

Pedro Marques revela “grande sucesso” na OPV da TAP aos trabalhadores