Energia

Petróleo em Portugal? Galp faz primeiro poço no verão

Fotografia: Leonardo Negrão / Global Imagens
Fotografia: Leonardo Negrão / Global Imagens

Empresa tem uma exploração no Alentejo, em alto mar, a 80 quilómetros de Sines. Este poço será exploratório, ou seja, para saber se há ou não crude.

A Galp vai fazer o primeiro poço de petróleo em Portugal este verão, disse o responsável da empresa para a área de exploração e produção de crude, Thor E. Kristiansen, na sua apresentação durante o dia do investidor da empresa, esta manhã em Londres.

Este poço será, contudo, exploratório, ou seja, servirá apenas para a empresa saber se há ou não petróleo no local onde a Galp está a explorar, mais precisamente no Alentejo, em alto mar, numa zona a 80 quilómetros de Sines. Um projeto que partilha com a italiana Eni, também sua parceira na exploração de gás natural em Moçambique e ex-principal acionista da empresa portuguesa durante 15 anos.

Se for descoberto crude suficiente é que este poço passa a produtor, mas nessa altura serão necessários mais poços, neste caso, injetores, ou seja, aqueles onde se injeta água para ajudar depois o petróleo preso no fundo do mar a subir.

Mas isto são possibilidades. Para já será mesmo feito um poço exploratório para saber se há petróleo, um projeto que pode representar cerca de 100 milhões de dólares (89,8 milhões de euros).

A empresa tinha dito, no dia do investidor do ano passado, que este poço iria começar a ser desenvolvido no final de 2015 ou no ;início de 2016, ou seja, está ligeiramente atrasado face ao que foi dito previamente, o que se pode explicar com os estudos a serem feitos para perceber se vale ou não a pena fazer o furo, dado o investimento que ele representa.

*a jornalista viajou a Londres, a convite da Galp.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Petróleo em Portugal? Galp faz primeiro poço no verão