Pilotos da TAP decidem em assembleia não fazer greve

Reunidos em assembleia de empresa, 92% dos cerca de 700 pilotos presentes deliberaram não fazer greve, diz o SPAC, o sindicatos dos pilotos, em comunicado.

Os pilotos da TAP não vão fazer greve, apesar de as suas reivindicações não estarem a ter resposta por parte da administração da empresa. Em comunicado, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) informa que "deliberaram em Assembleia de Empresa, aprovada por 92% dos cerca de 700 pilotos que participaram, não fazer greve, porque não querem pactuar com a intenção já demonstrada de os usar como um bode expiatório para os insucessos no plano de recuperação da empresa". Fazem-no, dizem, "com total sentido de responsabilidade face aos contribuintes e aos passageiros, apesar de forçados a financiar um Plano de Reestruturação imposto erradamente à empresa que é responsável pela esmagadora maioria da receita do grupo TAP".

Na mesma nota à imprensa, o SPAC sublinha que "o setor está com índice operacional acima de 2019, com uma retoma vigorosa, trazendo recuperação às empresas". E acusa a administração da TAP de violar o Acordo Temporário de Emergência (ATE). "A TAP, sabendo que o quadro de pilotos é inferior às necessidades operacionais, não cumpre o ATE, atribui períodos de assistência a pilotos no limite dos plafonds mensais de horas de voo, desrespeita o regime de folgas previsto no Acordo de Empresa, desrespeita reiteradamente cláusulas de regulamentação da distribuição de trabalho, pretende alterar unilateralmente o ATE assinado de boa fé entre os pilotos e empresa e, recentemente, não cumpre sequer a lei num Estado de Direito, proibindo os pilotos de reunir em plenário".

O sindicato adianta ainda que "os pilotos não querem fazer greve", mas estão "somente a demonstrar que os níveis operacionais atuais não se coadunam com o esmagamento a que estão sujeitos e não aceitam continuar a ser discriminados com cortes adicionais face aos restantes trabalhadores".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de