Pingo Doce clarifica: cartões de refeição das empresas continuam sem limite

Vendas do Pingo Doce aumentam 2,3%
Vendas do Pingo Doce aumentam 2,3%

Os cartões empresa-refeições que várias empresas estão a ultilizar para
pagamento do subsidio de refeição aos seus colaboradores não estão
abrangidos pela limitação do Pingo Doce.

De manhã, contactada pelo Dinheiro Vivo o Pingo Doce avançou que os
cartões empresas-refeições eram cartões de débito, logo estariam
abrangidos pelo limite acima de 20 euros para sua utilização. Durante a
tarde a mesma fonte clarificou com base nos flyers que estão a ser
distribuídos nas lojas, onde se lê: “vales e cartões de refeição não são
abrangidos por esta medida”.

De acordo com o Grupo Jerónimo Martins ” não se tratam de cartões de
débito e como tal não são abrangidos pela nova política da cadeia de
supermercados Pingo Doce”.

Assim os portadores desses cartões
empresa-refeições, que estão limitados apenas ao pagamento de
compras em algumas lojas, noutras não são aceites, porque estão em nome
individual, podem pagar as suas compras no Pingo Doce cujo o
valor seja inferior a 20 euros.

Perceba como funcionam estes cartões

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Pingo Doce clarifica: cartões de refeição das empresas continuam sem limite