Pingo Doce

Pingo Doce lança cartão “Poupa Mais” em parceria com BP

Vendas do Pingo Doce aumentam 2,3%

O Pingo Doce lança hoje o cartão de descontos “Poupa Mais” em parceria com a gasolineira BP, que dará dois euros de descontos em combustível por cada 30
euros de compras nos supermercados.

“Iniciámos esta parceria com a BP através da emissão de
talões”, explica a diretora de marketing do Pingo Doce, Vanessa Silva, mas “não tinha a facilidade de
acumulação.” O cartão Poupa Mais vai resolver isso.

Com a parceria, o Pingo Doce entra “com um cartão no
mercado onde já existem outros cartões de outras marcas com forte expressão e
presença”, disse a responsável. A oferta da cadeia será diferenciada através de um modelo que dá “desconto
imediato e apresenta uma simplicidade” na sua utilização.

O cliente pode optar por usar logo o valor carregado ou acumular e utilizar mais tarde nos postos da BP.

Não haverá limite sobre os valores acumulados, mas o período de acumulação é de dois meses.

O Pingo Doce resistiu à introdução de um cartão, da mesma forma que antes não fazia promoções e no ano passado acabou por adicionar “uma
mecânica promocional sobre os preços, que já eram baixos”.

A responsável diz que “o mercado é evolutivo” e que “as famílias portuguesas estão a passar condições
difíceis”.

O Pingo Doce considerou por isso que “era
necessário alargar a oferta a outros bens de consumo”, sendo que os combustíveis foram escolhidos por que têm um peso no orçamento familiar.

As parcerias podem não ficar por aqui, no que toca a cartões de desconto.

Já a diretora de marketing da BP, Anabela Silva,
adianta que o cartão Poupa Mais vai permitir aos consumidores agregar pontos do cartão de
fidelização BP Premier Plus.

Este tipo de cartão, “que seja do nosso conhecimento, é
único” em Portugal, adiantou.

A primeira fase da campanha de acumulação começa hoje e
termina a 14 de abril.

“É através desta parceria com marcas de elevada
notoriedade que pretendemos dar resposta às necessidades das famílias
portuguesas”, disse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Facebook quer proteger melhor os dados dos utilizadores

Proteção de dados: Sete medidas que as empresas devem adotar

Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice sobe, mas receita da TSU tem melhor início de ano desde 2008

Função pública perdeu 70 mil trabalhadores desde 2011

Sindicatos sobem fasquia e pedem aumentos acima da inflação para 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Pingo Doce lança cartão “Poupa Mais” em parceria com BP