Pingo Doce reage à AdC. Cadeia "repudia" e vai contestar acusação de concertação de preços

O Pingo Doce, juntamente com o Modelo Continente, Auchan e a Active Brands, fornecedor de vinhos e bebidas brancas das marcas Licor Beirão e Porto Velhotes, foi acusado de concertação de preços durante quase uma década.

O Pingo Doce, cadeia de supermercados do grupo Jerónimo Martins, "repudia" e vai contestar a acusação da Autoridade da Concorrência (AdC) que terá agido em cartel com outras retalhistas alimentares, o Modelo Continente e a Auchan, juntamente com a distribuidora de bebidas, a Active Brands, uma prática que decorreu durante vários anos prejudicando com a mesma os consumidores, prática que decorreu entre 2008 e 2017.

"Perante a nota de ilicitude da AdC, o Pingo Doce repudia a acusação feita e vai contestá-la, não deixando de apresentar os seus argumentos num processo em que está seguro da sua conduta e do seu trabalho diário para levar até aos consumidores portugueses as melhores oportunidades de preço e promoções, e os maiores descontos", reagiu fonte oficial do Pingo Doce, em resposta ao Dinheiro Vivo.

A reação do Pingo Doce surge depois do Modelo Continente que também já repudiou ter agido com outros retalhistas em práticas de concertação de preços.Até ao momento ainda não foi possível obter uma reação da Auchan e da Active Brands.

Esta sexta-feira foi conhecido que, após investigação, a AdC concluiu existirem indícios de que as cadeias de supermercados Pingo Doce, Modelo Continente e Auchan "utilizaram o relacionamento comercial com o fornecedor Active Brands (que integra o grupo económico Gestvinus/João Portugal Ramos) para alinharem os preços de venda ao público (PVP) dos principais produtos deste último, em prejuízo dos consumidores".

À data da investigação, a Active Brands era fornecedora de vinhos e bebidas brancas, das marcas Licor Beirão e Porto Velhotes, entre outras, e - segundo a acusação - os comportamentos alegadamente ilícitos terão durado "vários anos, tendo-se desenvolvido entre 2008 e 2017".

Este é mais um processo levado a cabo pelo regulador da concorrência sobre os sectores do retalho alimentar e de bebidas, envolvendo novamente o Pingo Doce, uma das principais cadeias de supermercados nacionais.

O mais recente foi conhecido em junho tendo a AdC acusado a cadeia de, juntamente com o Modelo Continente e a Auchan, terem concertado preços com a empresa de panificação e pastelaria Bimbo Donuts.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de