retalho

Pingo Doce vai investir 100 milhões de euros este ano

Pingo Doce_loja
Foto: Leonardo Negrão/Globalimagens

O Pingo Doce prevê investir 100 milhões de euros em aberturas de lojas e remodelações, bem como na construção de armazéns, em 2016.

A intenção foi revelada pelo presidente executivo do grupo Jerónimo Martins, esta quinta-feira, na apresentação de resultados de 2015. Ler aqui.

Pedro Soares dos Santos exemplificou que o grupo está a investir 50 milhões de euros em Valongo num novo armazém, que irá criar cerca de 470 postos de trabalho, estando ainda em negociação para a compra de um outro armazém, na ordem dos “50-55 milhões de euros na região de Lisboa.” Mas a construção deste último “não acontecerá” este ano.

O CEO do grupo referiu que “o investimento em Portugal é um terço do programado para o grupo”, sendo que estima investir entre 550 e 650 milhões de euros em 2016 com a Biedronka (cadeia de lojas na Polónia) a captar cerca de metade desse valor.

Esta é a prova de que o grupo “continua a investir sempre acima dos seus lucros”, refere Pedro Soares dos Santos, destacando que investiu “mais de mil milhões de euros em Portugal nos últimos oito anos”. Ou seja, “no auge da crise, da troika, dos problemas, nós nunca deixámos de acreditar e de investir neste país”, reforçou.

Além do mais o grupo pagou mais de 100 milhões de impostos entre IRC, segurança social e outras taxas. “É também muito importante que fique esclarecido que além de sermos um grande investidor, também somos cumpridores”, destacou ainda o CEO do grupo, rematando: “Sou também um grande pagador de impostos e estamos no ranking das empresas de pagamentos de impostos.”

No âmbito desse plano de investimento para 2016, o Pingo Doce conta “fortalecer a sua relação com a BP”, materializada através da abertura de cinco novas lojas de conveniência, que se juntam às duas unidades inauguradas no ano passado.

Relativamente à unidade Meal Solutions, Pedro Soares dos Santos referiu tratar-se de um “companhia quase autónoma”, com “grande crescimento”, sendo esta “uma das chaves do sucesso Pingo Doce”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Gonçalo Villaverde/Global Imagens

Lisboa já ultrapassou Barcelona no Alojamento Local

Mario Draghi, presidente do BCE. Fotografia: EPA/STEPHANIE LECOCQ

Sem a ajuda do BCE, juros da dívida portuguesa eram o dobro

Fotografia: Reuters

Norte e Centro com 65,5% das novas habitações

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Pingo Doce vai investir 100 milhões de euros este ano