Pires de Lima. Se Altice cumprir intenções “será seguramente bom para a economia portuguesa”

Pires de Lima reúne com Patrick Drahi
Pires de Lima reúne com Patrick Drahi

O ministro da Economia afirmou que se o grupo francês Altice cumprir as intenções manifestadas ao governante sobre responsabilidade e investimento, isso será bom para a economia portuguesa, mas que é preciso esperar para ver.

Pires de Lima, que hoje esteve em Paris, manteve um encontro com os responsáveis da Altice, grupo que vai comprar a PT Portugal por 7,4 mil milhões de euros, depois dos acionistas da PT SGPS terem aprovado o negócio, em janeiro.

“Foi um encontro normal feito a pedido dos acionistas da Altice”, afirmou o ministro, apontando que a a empresa está em vias de concretizar a compra da PT Portugal, que tem o Meo e o Sapo, entre outros serviços, e “cujo futuro interessa à economia portuguesa”.

“Fui para ouvir os acionistas e a administração da Altice, ouvir que planos tem para a empresa, que tipo de intenções tem. Foi uma reunião útil”, acrescentou António Pires de Lima, que salientou que não lhe competia “dar nota pública” daquilo que o grupo lhe disse no encontro.

No entanto, “a única coisa que poderei dizer é que se do ponto de vista de responsabilidade social e do ponto de vista de investimento, nas áreas da inovação como na área da tecnologia, forem cumpridas as intenções que me foram declaradas, isso será seguramente bom para a economia portuguesa”, adiantou, acrescentado, no entanto, que é preciso esperar para ver.

A reunião decorreu na sede da SFR, comprada pela Altice à Vivendi, tendo contado com a presença de Patrick Drahi, Dexter Goie (CEO) e Jean Yves Charlier (CEO da SFR). Do lado português, além de Pires de Lima esteve presente Pedro Gonçalves, secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Pingo Doce

PD. Sindicato quer impugnar no Tribunal “golpada” no referendo do banco de horas

Hiper Pingo Doce__00266

Sindicato leva banco de horas do Pingo Doce a tribunal

Pires de Lima. Se Altice cumprir intenções “será seguramente bom para a economia portuguesa”