Imobiliário

Plataforma de financiamento imobiliário Housers concluiu 1º projeto

Vista de Lisboa. D.R.
Vista de Lisboa. D.R.

A compra de uma vivenda em Lisboa foi o primeiro projeto da plataforma de financiamento imobiliário participativa Housers, em Portugal.

A plataforma de financiamento imobiliário participativa Housers concluiu o primeiro projeto de investimento em Portugal com a compra de uma vivenda em Lisboa que deverá ser alugada durante cinco anos e posteriormente vendida, anunciou hoje a empresa.

A operação incluiu um investimento total de 193.000 euros financiado por 453 pequenos investidores e foi realizada em 20 dias através da plataforma Housers.

A empresa prevê que este projeto possa alcançar uma rentabilidade líquida anual pelo aluguer de 4,05% e uma rentabilidade acumulada (aluguer e revalorização do preço de venda) a cinco anos de 36,37%.

A plataforma de financiamento imobiliário participativa Housers anunciou no mês passado o início da atividade em Portugal, onde prevê captar 11.000 utilizadores num ano e um investimento de 3,5 milhões de euros para financiar a compra de 10 a 15 imóveis em Lisboa e Porto.

A empresa explicou que abriu uma delegação em Lisboa e que em Portugal replicará o modelo de negócio implantado em Itália, país onde opera desde maio.

A Housers afirma que já tem 70.000 utilizadores que investiram 33 milhões de euros em mais de 200 imóveis.

A plataforma tem como objetivo alcançar 100.000 utilizadores antes do fim deste ano, bem como superar os 45 milhões de euros de investimento em imóveis em Espanha e Itália.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Plataforma de financiamento imobiliário Housers concluiu 1º projeto