Tecnologia

PlayStation Brasil vai ser liderada por português

Miguel Cunha | Sony Interactive Entertainment | PlayStation Brasil
Miguel Cunha trabalhou durante oito anos no desenvolvimento da marca PlayStation no mercado português. Foto: Sony Interactive Entertainment Portugal

Miguel Cunha foi o escolhido pela Sony Interactive Entertainment para liderar um dos maiores mercados de videojogos a nível global.

Miguel Cunha é o novo diretor-geral da Sony Interactive Entertainment Brasil, a empresa responsável pelas consolas e videojogos PlayStation. O executivo tem à sua espera aquele que é um dos maiores mercados de gaming do mundo – estima-se que existem 75 milhões de jogadores no Brasil.

Nos últimos oito anos, Miguel Cunha trabalhou na Sony Interactive Entertainment Portugal. Começou por ser gestor de produto, passou depois para coordenador da área de marketing e desde 2016 que era gestor de marketing da PlayStation Portugal.

Miguel Cunha acabou por ter uma parte ativa no lançamento dos mais recentes produtos da PlayStation no mercado português, como a consola PlayStation 4, o sistema de realidade virtual PlayStation VR e também nas iniciativas ligadas aos desportos eletrónicos.

Na sua experiência profissional o português conta também com uma passagem de três anos pela multinacional alemã Beiersdorf.

Leia também | “Talento português nos videojogos é tão bom ou melhor do que aquilo que é feito noutros países”

O Brasil é, segundo a consultora Newzoo, o 13º maior mercado de gaming do mundo: foi responsável por 1,5 mil milhões de dólares em receitas, só em videojogos e em 2018, e estima-se que tenha cerca de 75 milhões de jogadores.

Dados da plataforma Statista revelam que, em 2017, quase 22% dos jogadores brasileiros tinham uma PlayStation 4 e que 16% tinham uma Xbox One, a consola rival da Microsoft.

Portugal domina no universo PlayStation

A nomeação de Miguel Cunha para liderar o mercado brasileiro aumenta a ‘cotação’ dos executivos portugueses dentro da estrutura da Sony Interactive Entertainment a nível global.

Liliana Laporte, líder da marca para Portugal, acumula ainda o cargo de diretora-geral para mais 15 países e que incluem os mercados mediterrâneo, adriático e balcãs.

Leia também | KEO. O jogo feito nos Açores que conquistou a PlayStation

“É um privilégio trabalhar uma grande marca como a PlayStation, com coisas tão bonitas para fazer. Todos podemos ser felizes a vender parafusos, mas é muito mais giro trabalhar com a PlayStation”, disse numa entrevista recente à Insider.

Há ainda outro português, Gonçalo Fialho, que tem à sua responsabilidade outro grande mercado internacional: é o diretor-geral para a Austrália e Nova Zelândia desde abril de 2018.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

REUTERS/Alessandro Bianchi - RC15543EA000

Telecom: Nunca houve tantas reclamações como em agosto

Guimarães, 09/07/2019 - Reportagem na empresa Lavoro, em Pinheiro, Guimarães, especializada em calçado de Segurança.

(Miguel Pereira/Global Imagens)

Calçado procura ‘abrigar-se’ da tempestade que se avizinha

Outros conteúdos GMG
PlayStation Brasil vai ser liderada por português