correios

Portal da Queixa. CTT são marca marca com mais reclamações até meados de junho

CTT divulga alerta contra phishing

Sistema de entregas de encomendas usando o método da empresa chinesa Yanwen continua a apresentar problemas

Os CTT são a marca mais reclamada no Portal da Queixa até meados de junho, com a rede social de consumidores a registar 2.743 queixas referentes aos CTT e CTT Expresso. As encomendas feitas via método Yanwen, fornecido pela empresa chinesa, registaram no período 201 reclamações. Há um ano este sistema tinha gerado 255 reclamações. Meo e a Segurança Social completam o Top 3 dos mais reclamados no período.

Das mais de 2700 reclamações recebidas no Portal da Queixa visando os CTT desde o início do ano até 17 de junho, 201 são referentes a encomendas em cuja entrega foi usado o método de envio Yanwen. Só em maio esta situação representou 66 das 639 reclamações envolvendo os Correios.

“O Yanwen Air Mail é um método de envio fornecido pela empresa chinesa Yanwen Logistics. Algumas plataforma como o Aliexpress, apresentam este método em alguns produtos como forma de os enviar para diversos países do mundo. É neste último ponto que surgem os CTT. Quando o produto encomendado chega a Portugal, cabe aos CTT a distribuição pelo país, algo que tem gerado problemas e reclamações desde o início de 2018”, explica Pedro Lourenço, CEO do Portal da Queixa, citado em nota de imprensa.

Só o método de envio Yanwen foram 10% das reclamações envolvendo os CTT. Falha e extravio na entrega (41%), roubo e violação de encomendas (11%), atraso de entrega (10%), mau serviço prestado (10%), processos alfandegários (10%), vale postal (4%), atendimento no serviço prestado (3%), encomendas danificadas (2%) foram outros dos principais motivos de reclamação contra os CTT, no último mês de maio.

“As reclamações registadas referem que os produtos ficaram presos na alfândega, outras referem que os CTT não conseguem informar onde estão os artigos, nem sequer pelo número de tracking dado pelo expedidor. No entanto, os consumidores afirmam saber que os produtos chegam a Portugal, pois é o último destino que aparece no tracking da encomenda a que têm acesso”, refere o Portal da Queixa.

Na página dos CTT no Portal da Queixa o índice de satisfação gerado pelos consumidores é de 62,8% (CTT) e 61,8% (CTT Expresso), sendo que, “das 4.923 reclamações recebidas nos últimos 12 meses apenas 643 se apresentam como resolvidas”, alerta o Portal da Queixa.

Os mais reclamados

Além dos CTT e dos CTT Expresso, outras marcas surgem como os mais reclamados pelos consumidores no Portal da Queixa. Depois do operador postal surge o Meo com 2350 queixas, seguido da Segurança Social (1814), da NOS (1520) e Vodafone (1001) completam o TOP 5, de acordo com informação prestada pelo Portal da Queixa ao Dinheiro Vivo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
Portal da Queixa. CTT são marca marca com mais reclamações até meados de junho