Portugal entre os países que menos gastam em transportes na União Europeia

O investimento de Portugal nos transportes ficou abaixo da média da União Europeia, de 1,9% face ao PIB.

Portugal é um dos países da União Europeia que menos gastam no sector dos transportes. A conclusão é do gabinete de estatísticas Eurostat, que comparou a percentagem de despesa dos 28 estados-membros da UE face ao produto interno bruto de cada um destes países.

Em 2016, o investimento de Portugal em transportes foi de 1,7% face ao PIB. O investimento em transportes inclui as despesas com gestão, regulação, construção e manutenção de toda a infraestrutura seja em estradas, comboios, transportes aéreos, gasodutos e oleodutos e qualquer outra infraestrutura para transporte de bens.

O Eurostat também considera como investimento nos transportes os subsídios ou garantias de investimento aos operadores de mercado no transporte público.

O investimento de Portugal nos transportes ficou abaixo da média da União Europeia, de 1,9% face ao PIB. Luxemburgo, Hungria e República Checa foram os três países que mais apostaram nesta área; no sentido inverso, Chipre, Irlanda e Malta foram os estados-membros que menos deram prioridade ao segmento dos transportes.

Leia aqui: Travagem no investimento põe em risco futuro do comboio em Portugal

Nas últimas semanas, o investimento do Estado português na área dos transportes tem estado em debate por causa da situação na CP. Até ao final do primeiro semestre, a empresa pública de comboios executou apenas 4,7 milhões de euros de investimento, ou seja 10,6% da verba prevista no Orçamento do Estado, segundo informações da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de