banca

Portugueses queixam-se cada vez mais de fraude bancária

Fotografia: Reinaldo Rodrigues/ Global Imagens.
Fotografia: Reinaldo Rodrigues/ Global Imagens.

Denúncias no Banco de Portugal praticamente duplicaram em 2018 face a 2017. PGR abriu 284 inquéritos por burla com fraude bancária.

Os portugueses estão a apresentar cada vez mais queixas por fraude bancária. Em causa estão os problemas com o crédito fácil, que está associado à prática de crimes como usura, burla, fraude fiscal, falsificação, ameaça e extorsão. Esta situação levou mesmo o Banco de Portugal a emitir um “alerta público” sobre esta situação.

O supervisor bancário registou 60 queixas por fraude bancária em 2018, praticamente o dobro face a 2017 (35 queixas), escreve esta quarta-feira o jornal Público. O Banco de Portugal, com estas denúncias, fez 20 comunicações junto da Procuradoria-Geral da República: “cada comunicação pode ter como objeto indícios da prática de diversos ilícitos criminais por várias pessoas”, explicou fonte oficial ao mesmo jornal.

A própria PGR diz que no ano passado registou 284 inquéritos por burla com fraude bancária. Não foram adiantados dados em relação ao ano de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, momentos antes de falar aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, 3 de setembro de 2020. MÁRIO CRUZ/POOL/LUSA

Défice público chega a 6,1 mil milhões em agosto, mas suaviza face a julho

Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens

Sinistros automóveis sem seguro custaram 4,7 milhões

Bosch testes rápidos

DGS aprova testes rápidos à covid da Bosch. Primeiro evento é a Volta a Portugal

Portugueses queixam-se cada vez mais de fraude bancária