Preocupação com coronavírus leva LG a não participar no MWC

LG é uma das primeiras empresas de grandes dimensões a anunciar que não participará no evento Mobile World Congress.

A LG é uma das primeiras empresas de grandes dimensões a anunciar que não participará no evento Mobile World Congress, em Barcelona. Surto de coronavírus está no centro da decisão.

Através de comunicado, a empresa sul-coreana anunciou que, “tendo em conta a segurança dos empregados, parceiros e clientes em mente, a LG decidiu retirar a sua participação do Mobile World Congress 2020, no final deste mês, em Barcelona, Espanha”.

“A decisão retira o risco de expor centenas de empregados da LG a viagens internacionais, que já se tornaram mais restritivas devido à expansão do vírus entre fronteiras”, indica a empresa.

Sem a participação no MWC, a LG reforça ainda que “irá fazer eventos separados num futuro próximo para anunciar os produtos móveis de 2020”.

Todos os anos, o Mobile World Congress junta milhares de pessoas na Fira de Barcelona, para assistir a lançamentos de equipamentos móveis das principais marcas. Em declarações ao Dinheiro Vivo, na semana passada, a GSMA, responsável pela organização do evento, indicou que o evento irá decorrer como planeado e que estava a tomar medidas especiais para combater a propagação do coronavírus.

Uma das medidas indicada era a “disponibilização de pessoal médico adicional tanto antes como durante o evento” e ainda o fornecimento de produtos de desinfeção em todos os locais do evento. Além disso, a organização garantia que ainda não tinha sentido impacto no número de registos.

O coronavírus já fez mais de 490 mortos e infetou mais de 24 mil pessoas. Detetado em Wuhan, na província de Hubei, o surto já cruzou fronteiras. Já foram detetados casos de infeção em mais de 20 países.

A OMS declarou na quinta-feira o surto de coronavírus como uma situação de emergência de saúde pública a nível internacional, apelando à cooperação entre países.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de