Energia

Prio quer integrar projeto para produzir hidrogénio em Sines

Pedro Morais Leitão, CEO da Prio
Pedro Morais Leitão, CEO da Prio

O responsável da Prio já tem uma reunião agendada com o secretário de Estado da Energia para manifestar as intenções da empresa.

A Prio quer fazer parte do consórcio anunciado pelo Governo para construir uma fábrica de hidrogénio em Sines. Pedro Morais Leitão, presidente executivo da Prio, revelou ao Negócios o interessa a empresa em participar no projeto, tendo já agendada uma reunião com o secretário de Estado da Energia, João Galamba.

“Vemos com bons olhos o projeto anunciado pelo secretário de Estado da Energia”, disse, garantindo que a “Prio teria interesse em participar no projeto”.

“Se os carros elétricos ainda têm um longo caminho para fazer, o hidrogénio ainda mais”, disse. No entanto, salientou que a Prio está sempre a analisar novas oportunidades e não quer passar ao lado do hidrogénio.

No mês passado, João Galamba explicou, em entrevista à TSF, que o próximo passo para avançar com o projeto, que implica um investimento de 600 milhões de euros, é “montar um consórcio industrial de grande escala”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Prio quer integrar projeto para produzir hidrogénio em Sines