Energia

Prio quer integrar projeto para produzir hidrogénio em Sines

Pedro Morais Leitão, CEO da Prio
Pedro Morais Leitão, CEO da Prio

O responsável da Prio já tem uma reunião agendada com o secretário de Estado da Energia para manifestar as intenções da empresa.

A Prio quer fazer parte do consórcio anunciado pelo Governo para construir uma fábrica de hidrogénio em Sines. Pedro Morais Leitão, presidente executivo da Prio, revelou ao Negócios o interessa a empresa em participar no projeto, tendo já agendada uma reunião com o secretário de Estado da Energia, João Galamba.

“Vemos com bons olhos o projeto anunciado pelo secretário de Estado da Energia”, disse, garantindo que a “Prio teria interesse em participar no projeto”.

“Se os carros elétricos ainda têm um longo caminho para fazer, o hidrogénio ainda mais”, disse. No entanto, salientou que a Prio está sempre a analisar novas oportunidades e não quer passar ao lado do hidrogénio.

No mês passado, João Galamba explicou, em entrevista à TSF, que o próximo passo para avançar com o projeto, que implica um investimento de 600 milhões de euros, é “montar um consórcio industrial de grande escala”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Prio quer integrar projeto para produzir hidrogénio em Sines