PSI20 em baixa com pressão da Galp e do BCP

A Galp Energia e o BCP eram as ações que mais caíam, com as ações a perderem 3,09% e 1,94% para 8,71 euros e 0,11 euros, respetivamente.

A bolsa de Lisboa seguia esta quinta-feira em baixa, mantendo a tendência da abertura e alinhada com a tendência das principais congéneres europeias, com as ações da Galp e do BCP a pressionarem as negociações.

Na quarta-feira, o índice de referência, o PSI20, destacou-se nos ganhos registados nos mercados da Europa ao avançar 1,19% para 4.417,72 pontos, apoiado por uma subida de 9,87% do BCP.

Pelas 09:00, o PSI20 seguia a recuar 1,13% para 4.367,68 pontos, com 12 ações em baixa duas inalteradas e três em alta.

A Galp Energia e o BCP eram as ações que mais caíam, com as ações a perderem 3,09% e 1,94% para 8,71 euros e 0,11 euros, respetivamente.

A EDP descia 1,23% para 4,40 euros e a EDP Renováveis descia 0,47% para 17 euros.

Do lado dos ganhos seguia a Ibersol e a Altri, com as ações a avançarem 0,45% e 0,20% para 4,45 euros e 4,07 euros, respetivamente.

A Jerónimo Martins avançava 0,07% para 13,98 euros.

As principais bolsas europeias abriram hoje em baixa, preocupadas com as consequências económicas do avanço da pandemia da covid-19 em todo o mundo, que já forçou governos a aplicarem novas medidas restritivas.

Apesar dos avanços das vacinas, as bolsas continuam a focar-se na economia e a reagir com pessimismo às novas restrições, impostas para travar a pandemia.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de