PSI20 inverte tendência e segue a perder em contraciclo com as principais congéneres europeias

A bolsa de Lisboa seguia hoje em queda, invertendo a tendência da abertura e em contraciclo com as principais congéneres europeias, com as ações da Jerónimo Martins a evitarem maiores perdas.

Na quinta-feira, o principal índice de referência, o PSI20, encerrou com uma subida de 1,04%, para 4.222,44 pontos, acompanhando os ganhos dos principais índices bolsistas europeus.

Hoje pelas 08:50, o PSI20 recuava 0,41% para 4.205,09 pontos, com 13 ações em baixa, três em alta e duas inalteradas.

Do lado dos ganhos, a Altri e a Jerónimo Martins evitavam maiores perdas na negociação, com as ações a avançarem 0,62% e 0,56% para 3,90 euros e 14,27 euros, respetivamente.

Do lado das perdas, a Mota Engil e a EDP Renováveis eram as cotadas que mais perdiam, com desvalorizações de 2,38% e 1,29% para 1,21 euros e 15,32 euros.

O BCP seguia em queda de 0,60% para 0,08 euros e a Galp recuava 0,49% para 8,45 euros, seguido da EDP que desvalorizava 0,30% para 4,38 euros.

Lisboa seguia em contraciclo com as principais bolsas europeias, que abriram hoje em alta, a seguir a tendência de Wall Street, animadas com os possíveis estímulos orçamentais nos Estados Unidos para fazer frente à crise provocada pela pandemia.

As bolsas europeias, à exceção de Milão, estavam hoje a seguir a tendência de Wall Street na quinta-feira, que terminou em alta com os investidores otimistas, ainda que cautelosos, face a possível aprovação de novas medidas de estímulo orçamental pelo Congresso dos Estados Unidos.

O Partido Democrata e a Casa Branca retomaram na quinta-feira as negociações de um novo pacote de ajudas para fazer frente aos efeitos da pandemia, mas não houve sinais de que estivessem próximos de romper o atual bloqueio, segundo analistas citados pela Efe.

Hoje soube-se que a Bolsa de Londres -London Stock Exchange Group (LSE)- acordou vender a Bolsa Italiana ao operador bolsista paneuropeu Euronext por 4.325 milhões de euros.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1775 dólares, contra 1,1755 dólares na quinta-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu com tendência ascendente, a cotar-se a 43,35 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 43,34 dólares na quinta-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de