Telecomunicações

PT abre acesso à fibra com oferta grossista

PTP_20151105_AC45_F_0323_Paulo Neves

A PT até ao final de 2016 quer ligar 700 mil casas com a rede fibra. A partir de abril avançam para as ilhas dos Açores e Madeira.

A PT Portugal vai avançar com uma oferta grossista para a rede de fibra já a partir de sexta-feira, anunciou Paulo Neves, CEO da operadora, num juntar debate da APDC.

“A partir de [sexta-feira] temos uma oferta comercial de fibra, não só estamos a disponibilizar a fibra aos nossos clientes, como a oferta wholesale [grossista] aos concorrentes”, disse o responsável da PT. “Espero que os nossos concorrentes façam o mesmo e também disponibilizem ofertas comerciais”, reforçou.

“O mercado funcionou e não foi preciso a intervenção do regulador”, afirmou. “O regulador atuou não atuando”, acrescentou.

Quando questionado sobre se este anúncio representava uma mudança de paradigma para a PT, Paulo Neves responde, que a empresa tem muitas ofertas grossistas e que agora querem estender essa opção à rede fibra. “Estamos a fazer a implementação massiva da rede fibra pelo país para os clientes e queremos fazer oferta wholesale para outros operadores”.

“Vamos fazer o deployment massivo nas ilhas dos Açores e Madeira e é já no próximo mês”

A PT anunciou o ano passado um investimento na rede fibra e planos de em 5 anos ligar mais 3 milhões de lares. Um investimento a solo que não deu continuidade ao acordo de partilha de rede de 900 mil lares que a empresa, na época sob a liderança de Zeinal Bava, estabeleceu com a Vodafone. Do lado da operadora de Mário Vaz o anúncio provocou dúvidas. A começar pela dimensão dos números, mas sobretudo no que toca à interpretação do acordo que, para a Vodafone, se estendia a outros potenciais investimentos futuros. Não foi esse o entendimento da PT, detida pela Altice, que avançou sozinha.

Agora abre a rede aos concorrentes, não através de uma partilha, mas sim através de uma oferta grossista. Ou seja, os concorrentes podem usar a rede, mas para isso terão de chegar a um acordo comercial com a PT.

Desde o ano passado que a PT tem vindo a fazer a implementação da rede. Paulo Neves dá conta de um ritmo de ligação de casas entre 2500 e 3 mil casas por mês, apontando que até ao final do ano a PT terá ligado mais 700 mil casas este ano.

E em abril a rede fibra da PT chega às ilhas. “Vamos fazer o deployment massivo nas ilhas dos Açores e Madeira e é já no próximo mês”, garante.

Esta não é uma resposta aos concorrentes. “É uma resposta a nós mesmos”, diz. “Este movimento é a resposta à intenção a que todos os portugueses tenham acesso à rede fibra. Tal como fizemos o deployment no Continente iremos fazê-lo nas ilhas”, disse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen no discurso do Estado da União. EPA/OLIVIER HOSLET

Regra europeia poria salário mínimo português nos 663 euros

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

PT abre acesso à fibra com oferta grossista