PT vai renegociar contrato colectivo de trabalho em janeiro

O atual contrato colectivo de trabalho não era alterado desde 2007. Abrange cerca de 10 mil funcionários da PT Portugal.

A PT Portugal vai renegociar o contrato colectivo de trabalho a "partir da segunda quinzena de janeiro", adiantou Jorge Félix, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Grupo PT (STPT), ao Dinheiro Vivo. O contrato abrange um total de cerca de 10 mil trabalhadores, não era mexido desde 2007.

O anúncio foi feito hoje aos representantes sindicais do STPT, SINTAV e SINDETELCO pelo administrador da PT Portugal João Zúquete da Silva, administrador com o pelouro dos recursos humanos.

"Todas as matérias estão em aberto", diz Jorge Félix, embora, de acordo com o representante sindical, não estejam a promover uma "revolução" no actual acordo, mas sim "ajustamentos". Quanto à questão dos aumentos salariais, este, já referiu a própria administração, vai ser um "tema mais complicado. Dificilmente haverá oportunidade dada a atual situação de transição e reorganização na empresa".

O tema das ajudas de custo e de pagamento de subsídio de refeição apenas por tickets de refeição continua a dividir trabalhadores e administração. "Não houve recuo da administração", diz Jorge Félix. "Mas como temos ainda dúvidas estamos a equacionar levar este processo ao Tribunal de Trabalho para efeitos de apreciação da própria cláusula referente ao subsídio de refeição e ajudas de custo", adianta Jorge Félix.

"Temos dúvidas sobre a obrigatoriedade do pagamento do subsídio de refeição ser feito através de tickets, não havendo a opção em dinheiro, e sobre a mudança do patamar de 5 para 30 quilómetros para ser feito o pagamento das ajudas de custo completa", explica o responsável do sindicato.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de