Empresas

PwC Portugal integra mais de 30 colaboradores da Right IT Services

REUTERS/Vincent Kessler
REUTERS/Vincent Kessler

Os profissionais serão distribuídos por escritórios em Lisboa, Porto e Coimbra.

A PwC Portugal anunciou formalmente a entrada de mais de 30 colaboradores da empresa Right IT Services, consultora tecnológica especialista na implementação de Salesforce.com na sua estrutura. Os profissionais serão distribuídos por escritórios em Lisboa, Porto e Coimbra.

“A entrada desta equipa representa um fortalecimento da atividade e da oferta de serviços de consultoria, na medida em que reforça as competências tecnológicas e de negócio já existente”, apontou José Manuel Bernardo, presidente da PwC Portugal.

Com mais de 100 projetos realizados por toda a Europa, com clientes entre os maiores operadores de telecomunicações e fornecedores globais de energia, a Right IT Services emprega métodos “agile” na entrega dos seus projetos, que consistem essencialmente na otimização dos processos de marketing, vendas e suporte ao cliente, através da tecnologia Salesforce. Trata-se de um fornecedor completo de IT, que inclui serviços de arquitetura de IT, design de soluções, desenvolvimento de software e qualidade.

“O Salesforce é uma solução completa e integrada para a gestão de clientes, que assenta numa plataforma que permite o desenvolvimento de aplicações empresariais, tanto para o segmento B2C como para B2B, que se traduz na possibilidade de implementação de qualquer processo de negócio nesta tecnologia”.

José Manuel Bernardo afirma também que “esta operação está alinhada com o que tem sido a estratégia da firma a nível mundial, dado que a PwC é um parceiro estratégico global da Salesforce, estando a crescer significativamente nesta área de negócio”.

A equipa que transita para a PwC é liderada por Manuel Conde, CEO e fundador da Right IT Services, e passará a fazer parte da divisão de Consulting.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
PwC Portugal integra mais de 30 colaboradores da Right IT Services