Qatar inicia vaga de aquisições na Europa e não só

Qatar Airways reforça posição no mundo da aviação através de compras e fusões. No último mês, avançou para três companhias diferentes

No final de junho, a Qatar Airways admitiu a possibilidade de reforçar a sua posição no Grupo IAG, do qual já é a maior acionista, aumentando a sua fatia na dona da British Airways e Iberia de 15% para 20%.

Agora, em Londres, onde participou no festival aéreo de Farnbourough, Akbar Al Baker anunciou uma nova vaga de aquisições que prometem reforçar a quota da empresa no mercado aérea: a Qatar Airways vai comprar 49% da transportadora italiana Meridiana e ainda adquirir 10% da Latam através de um aumento de capital.

A Latam vai emitir 61,3 milhões de novas ações a 10 dólares cada, permitindo um investimento da Qatar de 613,1 milhões de dólares, o equivalente a 10% do grupo de transporte aéreo latino-americano, que resultou de uma fusão entre a chinela LAN e a brasileira TAM.

Akbar Al Baker anunciou o acordo no festival aéreo de Farnbourogh, mas não deu detalhes sobre o negócio que ainda terá de ir a assembleia geral de acionistas a 2 de setembro.

Já em relação à Meridiana, a segunda maior companhia aérea de Itália, e que permitirá o reforço nos aeroportos europeus, a Qatar não revela valores.

Sabe-se apenas que o acordo foi alcançado, igualmente, no festival aéreo da semana passada e que ainda está sujeito a uma série de condições que podem determinar o preço. Entre elas está o plano operacional definido pela Qatar e que pode envolver o corte de 900 empregos, cerca de metade da força de trabalho da companhia.

Em princípio, a compra deverá ficar fechada em outubro e, se tudo se mantiver como até aqui, poderá levar a um despedimento mais pequeno do que o previsto pela companhia com sede em Doha. A Meridiana é detida pelo príncipe e líder espiritual da comunidade Ismaili, Aga Khan.

 

 

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de