Petróleo

Queda do petróleo provoca primeiros prejuízos da Repsol

Petrolífera espanhola teve de provisionar 2,9 mil milhões e deverá registar perdas de 1,2 mil milhões, tudo por causa do petróleo a 30 dólares

A queda dos preços do petróleo para níveis só vistos há mais de uma década continua a provocar vítimas, sobretudo as petrolíferas. É o caso da Repsol. A espanhola teve de fazer provisões de 2,9 mil milhões de euros e vai registar prejuízos de 1,2 mil milhões, os primeiros na sua história.

Em comunicado enviado à CNMV, o conselho de administração da Repsol anunciou que vai avançar com uma provisão extraordinária no montante de 2,9 mil milhões de euros sobre os resultados de 2015, devido à queda do preço do petróleo.

O ouro negro passou dos 115 dólares o barril para os 30 dólares o barril nos últimos 18 meses, estando atualmente a negociar em mínimos de mais de uma década.

Com este provisionamento, a petrolífera espanhola presidida por Antonio Brufau deverá registar prejuízos de 1,2 mil milhões de euros. A confirmar-se este número, quando a empresa apresentar resultados no próximo dia 25 de fevereiro, serão os primeiros prejuízos na história da Repsol.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Venda do Novo Banco é “um não-assunto” para o Fundo de Resolução

Queda do petróleo provoca primeiros prejuízos da Repsol