Retalho Alimentar

Quer saber de onde vem a alface que acabou de comprar? Agora já pode

alfaces-frescas-no-supermercado-59772961

Auchan está a introduzir a tecnologia blockchain nos artigos de produção controlada para permitir aos clientes rastrear a origem dos produtos.

Se quer saber de que produtor vem essa alface que acaba de comprar no Auchan, agora já pode. A cadeia de retalho alimentar acaba de permitir aos clientes saber a origem de alguns produtos vendidos na loja, através do recurso à tecnologia blockchain. O projeto arranca com alface, melão e melancia, mas até ao final de 2022 o objetivo é que “toda a fileira de produção controlada integre esta nova tecnologia.”

“A tecnologia blockchain, também conhecida como “protocolo de confiança” por permitir registar dados em rede de uma forma segura, tem a vantagem de mobilizar todos os atores da cadeia de valor numa mesma plataforma. Além disso, aporta grande valor em matéria de segurança alimentar, já que, no final da cadeia, o consumidor passa a poder aceder, de uma forma completamente transparente, a todo o percurso do alimento que se prepara para consumir”, explica José Cordeiro, responsável pela área de produtos, fornecedores e fileiras da Auchan Retail Portugal.

O projeto arranca com apenas três produtos – a alface Vida Auchan, melão e melancia – e na prática permite ao consumidor, cada vez mais preocupado com a origem e a pegada ecológica dos produtos que compra, acompanhar o percurso do artigo, desde o produtor, passando pelo seu embalamento, expedição e todo o processo até chegar ao prato. Informação que pode aceder através de um código QR colocado na etiqueta do produto.

Veja aqui

O objetivo é até 2022 aplicar esta tecnologia blockchain, que permite a rastreabilidade do produto (aumentando com isso a segurança alimentar) a toda a fileira de produção controlada.

Esta iniciativa surge numa altura em que, no âmbito da sua uniformização da identidade no mercado nacional (com as marcas Jumbo ou Pão de Açúcar a assumir o nome de Auchan), a cadeia francesa de retalho alimentar tem vindo a comunicar a sua ligação à produção local e da segurança alimentar, através do movimento pelo São e pelo Local.

A Auchan tem atualmente uma produção controlada com centenas de referências de produtos de marca própria, 91% provenientes de fornecedores portugueses.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Obras da IP vão acabar com todas as passagens de nível entre Espinho e Vila Nova de Gaia. Exemplo da passagem de nível da Aguda. (Tony Dias/Global Imagens)

Obras na linha do Norte atrasam comboios a partir de 30 de agosto

Quer saber de onde vem a alface que acabou de comprar? Agora já pode